A+ / A-

Atletismo

Pichardo consegue qualificação olímpica, mas esquece Benfica nos agradecimentos

20 abr, 2024 - 18:50 • Redação com Lusa

Triplo salto de17,51 metros em Xiamen carimba presença em Paris 2024.

A+ / A-

O triplo saltador Pedro Pichardo conseguiu este sábado a marca que lhe permite o passaporte para os Jogos Olímpicos 2024.

Este sábado, Pichardo saltou, primeiro, 17,38 metros, e depois 17,51 metros.

O campeão olímpico em título recuperou de lesão, fez a marca necessária para estar em Paris e deixou uma mensagem com vários agradecimentos.

O atleta agradeceu à família, ao staff técnico, aos patrocinadores e até à Câmara de Setúbal, localidade onde habitualmente treina quando está em Portugal.

Não há, no entanto, nenhuma referência ao Benfica, clube com o qual tem contrato, mas com o qual está em litígio há vários meses. A sua última prova tinha sido a 5 de maio de 2023.

"Alguns meses depois (11) afastado das competições e com a aposentadoria à porta, estou de volta!!!", escreveu.

"Obrigado sempre à minha família pelo apoio. A minha mãe, a minha esposa, as minhas filhas, a minha sobrinha, meus amigos, amo-vos muito", continuou.

"Ao meu team que sempre acreditou e me deu forças para ficar no desporto", aos patrocinadores e aos agentes, nomeando ainda três entidades: Federação Portuguesa de Atletismo, Comité Olímpico de Portugal e Câmara Municipal de Setúbal. "Obrigado por tudo", terminou.

Já antes, aos jornalistas presentes em Xiamen, o luso-cubano deu a sua opinião sobre a prova: “Há muitas áreas nas quais tenho de melhorar, muito trabalho técnico a fazer. Agora vou continuar a minha preparação para os Jogos Olímpicos e tratar de manter-se saudável".

O atleta do Benfica, de 30 anos, nascido em Santiago de Cuba, vai poder defender na capital francesa o título conquistado há três anos, na edição Tóquio 2020, quando 'pulou' 17,98, marca que ainda é recorde de Portugal.

Em representação da seleção lusa, Pichardo foi ainda campeão do Mundo e da Europa, em 2022, duas vezes campeão da Europa em pista coberta, em 2021 e 2023, e vice-campeão mundial em pista coberta, em 2022.

Pedro Pablo Pichardo, que representou Cuba até 2015, tem como recorde pessoal no triplo 18,08 metros, conseguidos em 28 de maio de 2015, em Havana.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+