Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Hurkacz está de regresso ao Estoril Open

28 fev, 2024 - 13:00 • Redação

“Estou muito contente por voltar a jogar um torneio que tão bem me acolheu no ano passado”, revelou o tenista, atual n.º8 do mundo.

A+ / A-

Hubert Hurkacz, número 8 do ranking mundial de ténis, foi confirmado, esta quarta-feira, na próxima edição do Estoril Open. O tenista esteve presente no torneio no ano passado, mas não passou da segunda ronda. A prova vai jogar-se entre 30 de março e 7 de abril.

“Estou muito contente por voltar a jogar um torneio que tão bem me acolheu no ano passado”, afirmou o tenista, através de um comunicado de imprensa, acrescentando que as boas recordações o motivaram a voltar.

O diretor do torneio, João Zilhão, elogiou a forma de Hurkacz jogar, dizendo que “apresenta um ténis muito agressivo e incrivelmente competitivo, como o provam as vitórias em sets decisivos e os parciais sempre muito equilibrados”.

Em comunicado, Zilhão acrescentou: “É sempre um prazer contar com a presença de um jogador do top-10”.

O polaco já tem na sua conta pessoal sete títulos do ATP, entre eles dois Masters 1000, e esteve presente nos quartos de final da mais recente edição do Open da Austrália. O tenista, que teve a sua melhor prestação em torneios do Grand Slams em 2021, com a presença na meia-final de Wimbledon, lidera a tabela de melhores servidores da ATP.

Em Wimbledon, tornou-se o primeiro polaco a chegar aos quartos de final da competição e derrotou Daniil Medvedev e Roger Federer, este último considerado por muitos o melhor jogador de ténis de sempre.

O tenista polaco vai assim juntar-se aos portugueses Nuno Borges e João Sousa, que disputa o seu último torneio da carreira, e também a Gael Monfils e a Casper Ruud, atual detentor do título.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+