Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Portugal carimba passaporte para o Mundial de Râguebi

18 nov, 2022 - 17:39 • Redação

É a segunda vez que os "lobos" vão marcar presença no torneio. A seleção nacional garantiu um lugar no Mundial no último lance da partida, graças a um pontapé de ensaio certeiro.

A+ / A-

Portugal garantiu esta quinta-feira, no Dubai, uma vaga no Campeonato do Mundo de râguebi.

Os "lobos" carimbaram o passaporte com um empate (16-16), no último segundo do jogo com os Estados Unidos.

A seleção nacional garantiu um lugar no Mundial no último lance da partida, graças a um pontapé de ensaio certeiro.

A penalidade convertida por Samuel Marques na derradeira bola de jogo permitiu aos "lobos" igualar o marcador e garantir o apuramento para o França2023, uma vez que detinha vantagem sobre os EUA no primeiro critério de desempate, a diferença de pontos marcados e sofridos nos três jogos do torneio.

Ao intervalo, Portugal vencia por 10-9, com um ensaio de Raffaele Storti (08 minutos), transformado por Samuel Marques (09), que converteu também uma penalidade (37), contra três penalidades do norte-americano AJ MacGinty (03, 22, 40).

Na segunda parte, Marques (50) voltou a acertar entre os postes, mas um ensaio de Kapeli Pifeleti (60), transformado por AJ MacGinty (60), deixou os 'lobos' atrás no marcador (13-16), valendo a capacidade de reação da equipa orientada por Patrice Lagisquet, que permitiu colocar o jogo no meio-campo norte-americano no final do encontro e conquistar a penalidade decisiva.

A seleção portuguesa vai, assim, marcar presença no Mundial de 2023, em França.

É a segunda vez que a seleção portuguesa estará no torneio mundial de râguebi, depois de 2007.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+