Tempo
|
A+ / A-

Futebol

Agora é oficial: Artur Jorge vai treinar o Botafogo

03 abr, 2024 - 11:17 • Hugo Tavares da Silva

O clube do Rio de Janeiro paga dois milhões ao SC Braga para levar já o técnico de 52 anos.

A+ / A-

Depois dos rumores e das palavras do treinador depois do jogo contra o Portimonense, a confirmação por parte do SC Braga: Artur Jorge sai do clube e ruma ao Botafogo por 2 milhões de euros.

O ex-futebolista da casa sai do clube onde passou a maior parte da carreira como o treinador com maior percentagem de vitórias (62,5%), segundo o zerozero. Ou seja, 65 vitórias em 104 jogos (15 empates e 24 derrotas). Artur Jorge, cotado no Brasil como um treinador ofensivo, celebrou 214 golos nos tais 104 (sofreu 126) e venceu uma Taça da Liga, em Leiria, numa final contra o Estoril Praia.

Depois de treinar a formação e a equipa B dos minhotos, Artur Jorge, de 52 anos, terá assim a primeira aventura no estrangeiro, e logo num clube que ainda lambe as feridas do drama vivido no último Brasileirão. O ‘fogo’ liderou o campeonato com muita distância e acabou por ser ultrapassado pelo Palmeiras de Abel Ferreira.

O clube do Rio de Janeiro, afastado da decisão do Cariocão e depois de vencer a Taça Rio contra o Boavista-RJ, recupera a aposta em treinadores portugueses, depois de ter contado com Luís Castro e Bruno Lage.

“A transferência do treinador não implica para a SC Braga SAD encargos com serviços de intermediação”, informa, em comunicado, o clube.

O novo treinador, ou pelo menos o interino, será anunciado “oportunamente”. António Salvador vai dar uma conferência de imprensa ao meio-dia desta quarta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+