Tempo
|
A+ / A-

Depois do Al-Faisaly, Daniel Ramos quer continuar carreira no estrangeiro

22 jul, 2022 - 09:21 • Pedro Castro Alves

O treinador que levou Marítimo e Santa Clara às provas europeias não pensa em voltar a Portugal. Tem abordagens e pretende continuar no estrangeiro.

A+ / A-
Foto: Manuel Fernando Araujo/Lusa
Foto: Manuel Fernando Araujo/Lusa
Foto: José Sena Goulão/Lusa
Foto: José Sena Goulão/Lusa
Foto: Georgi Licovski/EPA
Foto: Georgi Licovski/EPA

Daniel Ramos quer voltar ao banco de suplentes o mais rapidamente possível. O treinador português anuncia que já teve abordagens, ainda que nada certo, mas acredita que regressará ao trabalho em breve

“Os planos são naturalmente regressar ao trabalho brevemente, estamos a trabalhar nesse sentido. Houve algumas abordagens, mas acredito que vai haver oportunidades em breve”, disse, à Renascença.

O técnico português está fora do ativo desde fevereiro, quando deixou o comando técnico do Al-Faisaly, proposta da Arábia Saudita que levou Daniel Ramos a deixar o Santa Clara, já com a época 2021/22 em curso.

Daniel Ramos conta com duas qualificações europeias no currículo, no Marítimo e Santa Clara. Com Chaves, Rio Ave, Boavista e Famalicão no currículo, o treinador não pensa em voltar a treinar em Portugal por agora.

“É o meu país, embora a experiência internacional fizesse e faça parte dos meus objetivos. No imediato, a ideia é continuar fora de Portugal, ainda que sem certezas de que o vou fazer. Vai depender das oportunidades e dos projetos. Para já, aquilo que tenho em mente é continuar mais algum tempo fora do país”, diz.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+