Tempo
|
A+ / A-

Pedro Proença fala em “melhor performance de sempre do futebol português” na Europa

15 abr, 2022 - 11:49 • Lusa

"Provámos ter excecional importância para a política e economia nacional”, escreveu o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional no Twitter.

A+ / A-

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Pedro Proença, destacou o "melhor desempenho de sempre" nas competições europeias por parte das equipas lusas, que “provaram ter uma excecional importância para política e economia nacional”.

“Finda a participação das equipas portuguesas nas provas europeias com o jogo de ontem [quinta-feira] do Sporting de Braga, importa destacar a melhor performance de sempre do futebol português. Provámos ter excecional importância para a política e economia nacional”, escreveu o presidente do organismo, na rede social Twitter.

Na quinta-feira, o Sporting de Braga foi a última equipa portuguesa a deixar as provas da UEFA na presente época, ao perder frente ao Rangers, na Escócia, por 3-1, após prolongamento, e acabar eliminado nos quartos de final da Liga Europa. Em Braga, tinha batido os escoceses por 1-0.

Um dia antes, o Benfica empatou a três golos na deslocação a Liverpool, igualmente nos ‘quartos’, mas da Liga dos Campeões, tendo sido afastado face à derrota (3-1) consentida em Lisboa, no jogo da primeira mão.

Já o Sporting foi afastado nos oitavos de final da ‘Champions’, aos ‘pés’ dos ingleses do Manchester City, enquanto o FC Porto, que também participou na prova 'milionária', ‘caiu’ para a Liga Europa, tendo ultrapassado a Lazio, de Itália, nos ‘play-offs’ de acesso aos ‘oitavos’, nos quais foi eliminado pelos franceses do Lyon – derrota por 1-0 no Dragão e empate a um golo em França.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+