A+ / A-

Invasão, tiros e um ferido em jogo de camadas jovens entre Olivais e Moscavide e Povoense

02 set, 2021 - 21:00 • João Malheiro

Jovem que realizou treino de captação pode ter sido o visado. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária.

A+ / A-

A partida particular entre os júniores do Clube Desportivo Olivais e Moscavide e do União Atlético Povoense foi interrompida, esta quarta-feira, por um grupo de seis homens que invadiram o relvado e terão disparado, pelo menos, três tiros.

O incidente provocou um ferido que já foi assistido no Hospital de São José.

Segundo apurou a Renascença junto de fonte do Olivais e Moscavide, o ferido trata-se de um treinador-adjunto do Povoense.

A mesma fonte indicou ainda que o grupo responsável pelos disparos terá ido ao estádio devido à presença de um jovem que realizou um treino de captação pelo Olivais e Moscavide.

No entanto, o visado não é atleta de nenhum dos clubes envolvidos.

Fonte da PSP de Lisboa confirmou à Renascença que os autores dos disparos fugiram antes que pudessem ser identificados.

O caso já está sob a investigação da Polícia Judiciária, indicou a mesma fonte.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+