Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

David Simão é um jogador livre e pretende voltar a Portugal

01 set, 2021 - 12:22 • Sílvio Vieira

O médio, de 31 anos, acertou a rescisão amigável com o AEK de Atenas.

A+ / A-

O mercado de transferências fechou, mas continua em aberto a possibilidade de os clubes contratarem atletas com estatuto de jogador livre, como é o caso de David Simão.

O médio português, de 31 anos, acertou a rescisão de contrato com o AEK, no dia 31 de agosto, ficando, assim, elegível para assinar contrato após o fecho oficial do mercado de transferências em Portugal.

David Simão jogou no Moreirense, por empréstimo do AEK na segunda metade da época passada, e pretende voltar ao futebol nacional. O jogador teve proposta do Paços de Ferreira, após o final da temporada, mas a divergência que manteve com o clube grego inviabilizou a transferência.

A situação só agora ficou resolvida, depois de Simão ter apresentado queixa na FIFA contra o AEK, alegando práticas persecutórias, por parte dos dirigentes gregos. O médio foi colocado a treinar à margem do plantel e foram-lhe retirados direitos contratualmente estabelecidos.

Perante a queixa, o AEK recuou e o jogador chegou a um entendimento para a rescisão amigável do contrato que ligava as partes até ao final da temporada.

Neste momento, David Simão estuda propostas para decidir o seu futuro. Formado no Benfica, o médio tem percurso consolidado na I Liga, onde jogou por Arouca, Boavista, Marítimo, Académica e Paços. Em janeiro de 2019 teve a sua primeira experiência no estrangeiro, ao assinar pelo Antuérpia. Contratado pelo AEK em 2019/20, fez sete jogos pelos gregos, antes de ser cedido aos israelitas do Happoel Beer Sheva.

Na temporada passada, depois de seis meses sem competir, foi cedido ao Moreirense. Fez 16 jogos pelo clube minhoto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+