Tempo
|
A+ / A-

Governo remete decisão sobre adeptos nos estádios para o final do mês

15 jul, 2021 - 15:54

A ministra da Presidência explica que o executivo está a trabalhar sobre um parecer elaborado pela DGS e que vai tomar uma decisão após a reunião com especialistas no Infarmed, marcada para 27 de julho.

A+ / A-

Veja também:


O Governo remete uma decisão sobre o regresso do público aos estádios de futebol para depois de 27 de julho, quando terá lugar uma reunião com especialistas no Infarmed.

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, explicou esta quinta-feira que o executivo ainda está a trabalhar sobre um parecer elaborado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) para que os adeptos possam voltar às bancadas durante a pandemia de Covid-19.

“Relativamente à presença de públicos nos espetáculos desportivos, a Direção-Geral da Saúde tem estado a trabalhar num parecer sobre que características e forma de organizar essa presença. Esse parecer já existe, precisa de ser trabalhado porque tem dimensões de organização que são importantes e o Governo decidirá em função da avaliação da situação epidemiológica na reunião de 27 de julho”, disse Mariana Vieira da Silva.

Na conferência após o Conselho de Ministros, a governante adiantou que “o trabalho técnico já decorreu da parte da DGS”, mas ainda “há trabalho de organização e depois há uma decisão que será sempre posterior à reunião do Infarmed que se realiza no próximo dia 27”.


O Conselho de Ministros esteve reunido esta quinta-feira para atualizar as medidas relativas à pandemia de Covid-19 e anunciou que aumentou para 90 o número de concelhos em risco elevado ou muito elevado.

Nestes concelhos, é obrigatória a apresentação de teste negativo ou certificado para entrar em restaurantes e vigora o recolher obrigatório a partir das 23h00.

Portugal regista esta quinta-feira mais cinco mortes e 3.641 novos casos de Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Há agora 774 pessoas internadas nos hospitais com o novo coronavírus, uma subida de 40 doentes no espaço de um dia.

Desde a chegada da pandemia a Portugal, em março do ano passado, estão confirmadas 17.187 mortes e mais de 920 mil infeções pelo vírus da Covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+