Tempo
|
A+ / A-

Presidente da Câmara de Santa Maria da Feira rejeita cancelamento da II Liga

30 abr, 2020 - 14:45 • José Pedro Pinto com Redação

Emídio Sousa aponta que o grande prejudicado seria o Feirense, a seis pontos do segundo lugar. Se a classificação for congelada, o clube pode pedir indemnização. Especialmente tendo em conta que a I Liga deverá ser retomada.

A+ / A-
Veja também:

O presidente da Câmara de Santa Maria da Feira rejeita o possível cancelamento da II Liga e simultânea retoma do principal escalão, e pede respeito pelo Feirense, que está a seis pontos dos lugares de subida.

A II Liga pode ser cancelada, com a atribuição dos lugares de subida e descida conforme a classificação atual. Neste caso, Nacional e Farense seriam promovidos e o Feirense, terceiro classificado, falharia a subida de divisão. Em declarações a Bola Branca, Emídio Sousa considera que cancelar uma Liga e retomar a outra "não é aceitável".

"Se a I Liga tem condições para se concluir o campeonato e para se resolver em campo, então a II Liga também tem de ser em campo que se decide quem sobe e quem desce. Eu admito que quem vai subir e que quem já não desce fique muito satisfeito, mas, neste caso, só há um clube prejudicado, que é o Feirense", aponta o autarca.

Emídio Sousa coloca dois cenários: ou se conclui a II Liga ou se encontra "uma solução para o Feirense subir também". Se a prova for cancelada e as subidas e descidas forem decididas conforme a classificação atual, o presidente da Câmara de Santa Maria da Feira avisa que "pesadas indemnizações poderão certamente recair sobre o Governo, porque há aqui claramente uma situação de injustiça" para com o Feirense:

"Há aqui uma desigualdade de tratamento [aos clubes das I e II Ligas], que me choca. Choca-me. também. que o Estado possa, um dia, vir a ser condenado a indemnizar estes clubes, porque quando falamos do Estado, falamos dos impostos dos portugueses. Devia ter-se em consideração que estamos a falar do dinheiro público, que não deveria servir para estas coisas, por isso, as decisões têm de ser devidamente ponderadas."

Alargar também a I Liga e recompensar quem cumpre


O presidente da Câmara de Santa Maria da Feira exige respeito pelo Feirense, que teria "um final de campeonato favorável". A confirmar-se o alargamento da II Liga na próxima época, para albergar equipas do Campeonato de Portugal, Emídio Sousa sugere o alargamento também da I Liga, com subida do Feirense ao escalão principal.

O presidente da Câmara da Feira assinala, ainda, que o Feirense "é um clube cumpridor" e exemplar em todos os domínios, ao contrário de outros. Esse dado, sublinha Emídio Sousa, deveria ser levado em consideração, aquando da tomada definitiva de uma decisão:

"O Feirense paga menos, mas paga sempre. Há outros que pagam muito e não pagam. Às vezes, neste país, parece que quem cumpre não é devidamente recompensado e devia ser precisamente o contrário."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+