Tempo
|
A+ / A-

Jogos Olímpicos sem Endrick e companhia? É isso aí, o bicampeão Brasil caiu com o velho rival

12 fev, 2024 - 16:25 • Redação

Os brasileiros perderam o derradeiro jogo com a Argentina, por 1-0, e vão falhar Paris 2024

A+ / A-

A seleção canarinha não vai defender o título de bicampeão olímpico, depois de perder com a Argentina, com um golo solitário de Gondou, aos 78 minutos.

O Brasil perdeu o primeiro jogo com o Paraguai e acabou o torneio em terceiro lugar, com três pontos. A Argentina e o Paraguai vão representar a América do Sul em Paris, na próxima edição dos Jogos Olímpicos.

Arthur Chaves, defesa do Académico de Viseu, jogou com a camisola canarinha. Endrick, o futuro reforço do Real Madrid, também foi titular pela seleção brasileira.

Endrcik foi, de forma assumida, a maior estrela dos convocados do selecionador Ramon Menezes. Capaz de mudar o jogo e ser decisivo, jogou num esquema tático 4-5-1, em que acabou por ficar mais apagado durante a partida.

Endrick só será reforço dos merengues na temporadas 2024/2025, quando fizer 18 anos. Até lá vai continuar no Palmeiras de Abel Ferreira, atual campeão brasileiro.

É a primeira vez em 20 anos que a seleção canarinha falha os Jogos Olímpicos. Em 2016, no Maracanã, Neymar ajudou o Brasil a vencer o primeiro ouro olímpico da sua história contra a Alemanha. Cinco anos depois, em Tóquio, Matheus Cunha e Malcom empurraram os brasileiros para a imortalidade olímpica, celebrando o bicampeonato, algo que aconteceu em três ocasiões: Argentina, em 2004 e 2008, os mágicos magiares nos anos 60 e os uruguaios nos longínquos anos 20.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+