Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Mundial 2030 em Portugal, Espanha e Marrocos e com jogos na América do Sul

04 out, 2023 - 16:04 • Redação

Entretanto, Alejandro Domínguez, da Conmebol, anunciou que os primeiros jogos do evento vão acontecer no Uruguai, Argentina e Paraguai.

A+ / A-
Bandeiras Mundial 2030. Foto: Twitter
Bandeiras Mundial 2030. Foto: Twitter
Foto: Dylan Martinez/Reuters
Foto: Dylan Martinez/Reuters
Fernando Gomes (FPF) com Pedro Rocha (Espanha) e Fouzi Lekjaa (Marrocos), Mundial 2030. Foto: FPF
Fernando Gomes (FPF) com Pedro Rocha (Espanha) e Fouzi Lekjaa (Marrocos), Mundial 2030. Foto: FPF

A FIFA confirmou esta quarta-feira que Portugal, Espanha e Marrocos vão organizar o Mundial 2030. Haverá ainda (três) jogos na América Latina.

O comunicado da FIFA adianta a realização de três partidas naqueles três países da América do Sul, referindo mesmo que o primeiro deles será no Estádio Centenário, em Montevidéu, capital uruguaia.

"Em 2030, teremos uma pegada global ímpar, três continentes - África, Europa e América do Sul -, seis países - Argentina, Marrocos, Paraguai, Portugal, Espanha e Uruguai - receberão e unirão o Mundo ao mesmo tempo que celebrarão juntos o jogo bonito, o centenário e o Mundial da FIFA", lê-se no comunicado do organismo.

A FIFA acrescenta: "O Conselho da FIFA decidiu, por unanimidade, que a candidatura única será a de Marrocos, Portugal e Espanha, que acolherão o evento em 2030 e se qualificarão automaticamente a partir da atual atribuição de vagas, sob reserva da conclusão de um processo de candidatura bem sucedido conduzido pela FIFA e de uma decisão do Congresso da FIFA em 2024".

Já o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, tinha garantido que o evento vai começar em Uruguai, Argentina e Paraguai. “Acreditámos sempre. O Mundial do Centenário 2030 começa onde tudo começou”, escreve Alejandro Domínguez nas redes socais.

Entretanto, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol garante que Portugal, Espanha e Marrocos estão "prontos para construir o melhor Mundial de sempre".

“Cada um dos nossos países traz para a mesa uma vibrante tradição futebolística, uma inigualável experiência organizativa e uma capacidade de inovar que seguramente marcará o futuro da competição”, refere Fernando Gomes.

"Marrocos, Portugal e Espanha confirmam o seu compromisso em apresentar um dossier de candidatura que honre a história da competição e deixe um legado em diversas áreas", lê-se no comunicado conjunto.

"A decisão hoje conhecida, transmite da FIFA a confiança no trabalho já desenvolvido e na capacidade e no profissionalismo que cada um dos três países, em momentos diferentes, já demonstrou no planeamento de eventos desta dimensão. Marrocos, Portugal e Espanha assumem a exigência e a ambição de preparar o melhor dossier de candidatura alguma vez apresentado".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+