Tempo
|
A+ / A-

Abel Ferreira. “A minha realidade é o Palmeiras”

28 dez, 2022 - 16:58

Técnico tem sido nome apontado às seleções de Portugal e Brasil.

A+ / A-

O treinador Abel Ferreira comentou as possibilidades de ser selecionador português ou brasileiro. “A minha realidade é o Palmeiras”.

O técnico do Palmeiras falou à margem da apresentação do livro "Cabeça fria, coração quente", no IPO do Porto.

Questionado sobre a canarinha, Abel Ferreira não se alongou: "Vivo o aqui e o agora. O aqui e agora é o Palmeiras, ser treinador de um dos maiores clubes do mundo. Estou muito feliz e realizado onde estou. Não vivo com ses, vivo com o aqui e agora. A realidade é esta e é isso em que me foco."

Já sobre a vaga deixada em aberto por Fernando Santos, Abel reafirmou: "É um orgulho ser português. Quando és emigrante ainda mais o sentes, a oportunidade de falar com pessoas, nunca pensei em sentir tanto orgulho. Mas volto a referir: a minha realidade é o Palmeiras, renovámos no início do ano, proporcionam-me todas as condições e estou muito feliz”.

O treinador luso acrescentou: "Portugal tem muitos treinadores de qualidade, que ganharam mais títulos do que eu".

Tite deixou a seleção brasileira, como já tinha anunciado, no final da prestação do “escrete” no Mundial do Qatar. Vários nomes têm sido apontados ao lugar, incluindo uma série de nomes portugueses, como Abel Ferreira, Jorge Jesus, Luís Castro ou José Mourinho.

Também Fernando Santos saiu da equipa das quinas, após a eliminação contra Marrocos, e a Federação Portuguesa de Futebol já disse que abriu o processo de substituição. O nome mais falado tem sido José Mourinho, mas o técnico tem contrato em vigor com a Roma.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+