Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Manchester United prolonga contrato de Diogo Dalot até 2024

24 dez, 2022 - 15:39 • Lusa

Diogo Dalot, que cumpriu três jogos no Mundial2022 ao serviço da seleção lusa, alinhou este ano em 20 encontros (um golo) pelos 'red devils', a que chegou em 2018/19 proveniente do FC Porto, tendo passado também por um empréstimo ao AC Milan.

A+ / A-

O Manchester United acionou a opção de prolongar o contrato do internacional português Diogo Dalot por mais 12 meses, até junho de 2024, anunciou este sábado o treinador do clube quinto classificado da Liga inglesa de futebol.

Em declarações ao canal de televisão do United e reproduzidas no site oficial do clube, o técnico neerlandês Erik ten Hag confirmou a extensão do vínculo do lateral direito de 23 anos, que terminava em junho de 2023 mas agora foi prolongado, ao abrigo de uma cláusula já existente, impedindo que possa assinar por outro emblema a custo zero no final da época atual.

O clube inglês aplicou o mesmo método em outros três casos, hoje anunciados: o médio internacional brasileiro Fred, o lateral esquerdo inglês Luke Shaw e o avançado Marcus Rashford.

"Estamos felizes, porque a equipa tem caminhado na direção correta e esses jogadores têm tido uma contribuição importante para isso", declarou Ten Hag.

Segundo o neerlandês, o objetivo com os quatro atletas é "continuar a desenvolver e apoiar o processo" de crescimento, semelhante ao da equipa em si, exaltando o papel que todos tiveram nas respetivas seleções no último Campeonato do Mundo, no Qatar.

Diogo Dalot, que cumpriu três jogos no Mundial2022 ao serviço da seleção lusa, alinhou este ano em 20 encontros (um golo) pelos 'red devils', a que chegou em 2018/19 proveniente do FC Porto, tendo passado também por um empréstimo ao AC Milan.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+