Tempo
|
A+ / A-

Jesus confirma baixa no plantel. "Vão bater a cláusula, Fenerbahçe não pode fazer nada"

20 jul, 2022 - 09:50 • Redação

Treinador português lamenta saída de Kim Min-jae, em cima do arranque da temporada.

A+ / A-

Jorge Jesus, treinador do Fenebahçe, confirma que o defesa-central Kim Min-jae está de saída do clube turco para o Nápoles.

Em conferência de imprensa, o português confirma que será batida a cláusula de rescisão do defesa sul-coreano e o Fenerbahçe nada pode fazer para evitar a saída.

"Foi uma surpresa para todos nós, praticamente a três dias do jogo. Segundo sei, o Fenerbahçe não pode fazer nada, porque o clube vai bater ou bateu a cláusula de rescisão. Quando é assim, não se pode fazer nada", disse.

Jesus não confirma o clube, mas serão os italianos do Nápoles que vão pagar os 20 milhões de euros de cláusula de rescisão. Kim Min-jae será o substituto de Koulibaly, que rumou ao Chelsea.

Aos 25 anos, o internacional sul-coreano afirmou-se rapidamente na sua primeira época na Europa, no Feberbahçe. No último verão, esteve associado ao FC Porto. Antes, passou pelo Jeonbuk Motors e Beijing Gouan.

"É um golpe duro, porque o Min-jae é um jogador com muita influência, pelas suas características, na defesa do Fenerbahçe. Não há Min-jae, há outro. Confiamos plenamente em todos os jogadores, mas não deixamos de realçar e distinguir a qualidade que o Min-jae tinha na equipa do Fenerbahçe", lamenta Jesus.

O Fenerbahçe perde um habitual titular e resta a dúvida se ainda jogará, esta quarta-feira, frente ao Dínamo de Kiev, na segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+