Tempo
|
A+ / A-

UEFA retira final da Liga dos Campeões à Rússia

25 fev, 2022 - 09:56 • Redação

Paris vai receber a final da competição a 28 de maio. Decisão justificada por questões de segurança, na sequência da invasão da Ucrânia, pelas forças militares russas.

A+ / A-

A UEFA anuncia que a final da Liga dos Campeões já não vai realizar-se em São Petersburgo na Rússia. Após reunião extraordinária do Comité Executivo, esta sexta-feira, o organismo decidiu atribuir a organização da final a Paris, por motivos de segurança.

A invasão da Ucrânia, por forças militares russas, promoveu a reação rápida da UEFA que mantém o jogo para 28 de maio, mas no Stade de France, estádio que recebeu a final do Euro 2016, conquistado pela seleção portuguesa.

Para lá desta decisão, o organismo compromete-se a ajudar todos os futebolistas, e respetivas famílias, que estejam neste momento na Ucrânia, com as suas vidas em perigo.

Fica ainda determinado, até nova decisão, que todos os jogos, sob organização da UEFA, que as seleções da Rússia e da Ucrânia e clubes dos dois países têm para realizar na condição de visitado devem disputar-se em campo neutro.

Rússia e Ucrânia disputam o "play-off" de apuramento para o Mundial 2022, sendo que a seleção afetada, neste caso, é apenas a equipa russa que tem jogo agendado com a Polónia, para 24 de março, e estava previsto para Moscovo. Caso elimine a Polónia, a Rússia voltará a jogar em terreno neutro diante do vencedor do confronto entre Suécia e República Checa.

Os ucranianos jogam na Escócia e, caso vençam, jogarão no País de Gales ou na Áustria.

Nas competições europeias de clubes, há uma equipa russa na Liga Europa, o Spartak de Moscovo, que terá de realizar o jogo da 2.ª mão dos oitavos de final em campo neutro. Na Youth League está ainda em prova o Dínamo de Kiev. A equipa ucraniana defronta o Sporting e o jogo, devido aos desenvolvimentos do conflito, já foi adiado para 9 de março.

Agora terá de ser definido um novo local para a partida que estava prevista para a capital ucraniana.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+