Tempo
|
A+ / A-

Juventus alvo de buscas relacionadas com transferência de Cristiano Ronaldo

03 dez, 2021 - 12:48 • Lusa

Português regressou a Old Trafford a troco de 15 milhões de euros, com o possível encaixe de mais oito milhões de euros em bónus.

A+ / A-

A transferência de Cristiano Ronaldo da Juventus para o Manchester United está a ser investigada pela justiça italiana, com o clube de Turim a informar que foi alvo de novas buscas e apreensões.

"A Sociedade [Juventus] recebeu um novo mandado de busca e apreensão com base nas investigações do procurador do Tribunal de Turim, bem como em relação a alguns dos seus representantes (Andrea Agnelli, Pavel Nedved, Stefano Cerrato e Cesare Gabasio)", refere em comunicado a Juventus.

A SAD da Juventus lembra que a investigação pende sobre um eventual crime já referido no seu comunicado de 27 de novembro, referente a transferências expressas na informação financeira de 30 de junho, nomeadamente, "em relação ao valor económico na transferência do futebolista Cristiano Ronaldo".

O clube de Turim anunciou em 31 de agosto um acordo com o Manchester United para a transferência de Cristiano Ronaldo, por 15 milhões de euros, existindo ainda o 'encaixe' possível oito milhões de euros que dependem de objetivos a atingir.

A indicação do nome do futebolista português surge apenas agora, já depois de buscas realizadas anteriormente, em relação a transações de jogadores efetuadas pela aquela sociedade desportiva entre 2019 e 2021.

Na ocasião, a procuradora de Turim, Ana Maria Loreto, procura saber se os responsáveis da Juventus prestaram informações falsas ao regulador de mercado e se emitiram faturas fictícias sobre transferências.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+