Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Messi empurra Argentina para vitória no grupo na Copa América

29 jun, 2021 - 09:21 • Lusa

Os argentino golearam a Bolívia e já só encontram o Brasil, se ambas as seleções chegarem à final. Uruguai bate Paraguai e passa em segundo.

A+ / A-

A Argentina conquistou na segunda-feira o Grupo A da Copa América em futebol, ao bater a Bolívia por 4-1, resultado que a afasta da rota do Brasil, que só poderá defrontar na final.

Numa quinta e última ronda do agrupamento em que o Uruguai superou o Paraguai por 1-0, para acabar no segundo posto, a figura foi Lionel Messi, que celebrou a internacionalização 148 – contra 147 de Javier Mascherano - com dois golos e uma assistência.

O capitão da formação argentina fez o passe, por cima da defesa contrária, para o primeiro golo do encontro, apontado por Papu Gómez, aos seis minutos, com um remate violente de pé esquerdo sem deixar a bola cair no relvado.

Aos 33 minutos, Papu Gómez foi carregado na área por Diego Bejarano e, na transformação do respetivo castigo máximo, Lionel Messi enganou Lampe e colocou a Argentina a vencer por 2-0, com um remate colocado que entrou junto ao poste esquerdo.

Ainda na primeira parte, Messi chegou ao bis, desta vez com um chapéu a Lampe, depois de aparecer isolado à entrada da área boliviana, servido por Sergio Agüero.

Com os dois tentos, o jogador do FC Barcelona isolou-se na tabela dos marcadores da edição 2021 da Copa América, com três golos, para um total de 75 pela Argentina, aos quais acrescenta 42 assistências.

Na segunda metade, Erwin Saavedra ainda reduziu, aos 60 minutos, assistido por Leonel Justiniano, mas a Argentina repôs rapidamente três golos de vantagem, numa jogada de insistência concluída por Lautaro Martínez, aos 65.

Até ao final, os comandados de Lionel Scaloni acumularam e desperdiçaram oportunidades suficientes para construir uma expressiva goleada.

Uruguai no segundo lugar

No outro jogo, o Uruguai, que partiu do quarto lugar do agrupamento, subiu a segundo, ao vencer o Paraguai, que caiu para o terceiro, por 1-0.

Um penálti de Edinson Cavani, para o seu golo 53 com a camisola da seleção celeste, aos 21 minutos, foi suficiente para os uruguaios vencerem, num jogo que dominaram totalmente, mas em que somaram ocasiões desperdiçadas.

Nos quartos de final, a Argentina defronta o Equador, o Uruguai mede forças com a Colômbia, o Paraguai enfrenta o Peru e o Chile joga com o anfitrião Brasil.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+