Tempo
|
A+ / A-

André Villas-Boas continua no Marselha

26 mai, 2020 - 09:05 • Redação com Lusa

A força que o plantel terá feito junto do treinador português foi decisiva. O Marselha estará na Liga dos Campeões na próxima época, depois do segundo lugar conquistado este ano.

A+ / A-

O treinador português André Villas-Boas permanecerá na próxima época no comando técnico do Olympique de Marselha, confirmou fonte do clube francês à agência "France Presse", após rumores de que estaria de saída.

"Após várias conversas trocadas nos últimos dias com Frank McCourt [dono do clube] e Jacques-Henri Eyraud [presidente], André Villas-Boas confirmou que deseja continuar a colaborar com o Marselha para a próxima temporada", revelou a mesma fonte.

A notícia é manchete do jornal "L'Équipe", com o título "volte-face". Os episódios recentes apontavam para uma despedida sem retorno, já que parecia o distanciamento entre o treinador e a direção parecia irreparável. De acordo com o diário francês, Villas-Boas terá sido convencido pelos seus jogadores.

Os rumores da saída do técnico português aumentaram após o anúncio, em 14 de maio, do fim do contrato do diretor desportivo, o espanhol Andoni Zubizarreta, responsável pela contratação de André Vilas-Boas.

O próprio treinador deixou entender em declarações públicas, a seguir à demissão de Zubizarreta, que poderia seguir o mesmo caminho do espanhol.

Os responsáveis do Marselha, pressionados pela contestação dos adeptos, que não viam com bons olhos a saída do técnico português, que deixou o clube no segundo posto do campeonato, quando este foi interrompido e garantiu o apuramento para a Liga dos Campeões, fizeram uma proposta a André Vilas-Boas, no dia 19 de maio, para um contrato de dois anos, com mais um de opção.

O técnico português foi eleito treinador do ano em França pelos leitores do jornal "L'Équipe".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+