A+ / A-

Seleção Nacional

Cristiano Ronaldo: "Pés assentes na terra e cabeça no céu, que é sonhar com o Euro"

11 jun, 2024 - 21:46 • Inês Braga Sampaio

Capitão da seleção nacional, que bisou na vitória (3-0) de Portugal frente à República da Irlanda, também não gostou de perder com a Croácia, "mas é assim que se aprende".

A+ / A-

Cristiano Ronaldo também não gostou de perder com a Croácia, "mas é assim que se aprende". Agora, o capitão da seleção aponta à conquista do Euro 2024, depois do bis na vitória (3-0) sobre a República da Irlanda.

Em declarações à RTP3, no final da partida em Aveiro, Cristiano Ronaldo admite que o "sucesso só se faz com crítica" e que, "com aquilo que os portugueses esperam de Portugal, a margem de erro não existe".

"Querem sempre que Portugal ganhe, o que, com a qualidade da geração e dos jogadores que temos, é normal. Perder é mau, mas é assim que se aprende. Se não houver derrotas, andamos sempre de peito feito e não se aprende nada. A partir de agora, pés bem assentes na terra mas cabeça no céu, que é sonhar com o Euro. Queremos vencer", frisa o avançado.

"Sonhar é grátis e esta equipa tem de sonhar"


Apesar de ter considerado "normal" o nervosismo dos adeptos após a derrota com a Croácia, o capitão também entende que a vitória desta terça-feira sobre a Irlanda mostra que Portugal pode sonhar no Europeu.

"O pensamento tem de ser esse, temos de estar positivos. Ir passo a passo, mas sonhar, porque sonhar é grátis e esta equipa tem de sonhar, pelo talento que tem. Mas talento sem trabalho não dá nada e esta equipa está pronta para trabalhar", afiança o jogador dos sauditas do Al Nassr.

O triunfo sobre a República da Irlanda chegou com dois golos de Cristiano Ronaldo, que atingiu os 130 em 207 internacionalizações por Portugal e estendeu o próprio recorde máximo no futebol masculino. Ainda assim, o avançado prefere virar o foco para a prestação da equipa.

"O mais importante é que jogámos bem, a equipa está sincronizada. Independentemente de quem marcasse os golos, o mais importante era ganhar, para dar confiança", salienta o capitão da seleção nacional.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+