Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Seleção Feminina

Neto queria mais golos, mas reforça: "Só dependemos de nós"

27 jul, 2023 - 10:59 • Redação

Selecionador nacional mostra-se satisfeito com a histórica vitória sobre o Vietname e enaltece o facto de já ter estreado 22 das 23 convocadas para o Mundial feminino.

A+ / A-

O selecionador nacional considera que Portugal ficou a dever-se mais golos, na vitória (2-0) frente ao Vietname, na segunda jornada do grupo E do Mundial, mas salienta que os oitavos de final continuam ao alcance.

Em declarações à RTP, no final da partida, esta quinta-feira, Francisco Neto diz que o jogo foi "bom, mas não perfeito".

"Para o volume ofensivo que tivemos e para as oportunidades que criámos, deveríamos ter feito mais golos. Mas foi a primeira vitória, o primeiro jogo em fases finais em que não sofremos golos, muito volume ofensivo, muitas coisas boas, outras que teremos de continuar a trabalhar, mas acima de tudo competentes, sérias e na última jornada dependemos só de nós", frisa.

Os festejos durarão "até sexta-feira à hora do treino". A partir daí, a seleção nacional começa a pensar nos Estados Unidos, adversários da terceira e última ronda da fase de grupos, garante Francisco Neto.

22 de 23 jogadoras já se estrearam


O selecionador fez sete alterações no onze inicial, frente ao Vietname. Com substituições, já estreou 22 das 23 jogadoras convocadas.

"É a certeza de que já jogaram 22 jogadoras em 23 possíveis. Confio em todas, todas podem entrar e têm o seu papel. Hoje [quinta-feira] foi uma amostra disso mesmo. Todas elas podem ajudar", enaltece.

O próximo jogo de Portugal é frente aos Estados Unidos da América, bicampeãs do mundo, na próxima terça-feira, às 8h00, em Auckland. Acompanhamento ao minuto na Renascença, em rr.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+