Tempo
|
A+ / A-

Mundial 2030. Marrocos anuncia candidatura conjunta com Portugal e Espanha

14 mar, 2023 - 18:21 • Lusa com Redação

Para a 24.ª edição do Campeonato do Mundo de futebol já está confirmada a candidatura conjunta de Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile, existindo interesse de uma candidatura de Egito, Grécia e Arábia Saudita.

A+ / A-

O Rei de Marrocos, Mohammed VI, anunciou esta terça-feira que se vai juntar a Portugal e Espanha, que estavam alinhados com a Ucrânia, na candidatura à organização do Mundial de futebol de 2030.

Em Kigali, capital do Ruanda, onde decorre o Congresso FIFA, Mohammed VI anunciou uma candidatura "sem precedentes na história do futebol, que vai unir África e Europa, o norte e o sul do Mediterrâneo, e os mundos africano, árabe e euro-mediterrâneo", além de trazer "o melhor de todos", numa mensagem do monarca que foi lida na entrega de um prémio da Confederação Africana de Futebol (CAF).

Portugal e Espanha tinham anunciado uma candidatura ibérica à organização do Mundial2030, à qual se juntou mais tarde a Ucrânia, já depois da invasão russa daquele país, mas o soberano marroquino não fez referência aos ucranianos, deixando antever que este país saia do projeto.

Para o Mundial 2030 já está confirmada a candidatura conjunta de Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile, existindo interesse de uma candidatura conjunta de Egito, Grécia e Arábia Saudita.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+