Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Seleção nacional

Carvalhal: "Ronaldo precisa de apoio pela primeira vez e muitos viram as costas"

27 set, 2022 - 10:57 • Redação

Treinador português fala em "ingratidão" nas críticas a Cristiano Ronaldo.

A+ / A-

O treinador Carlos Carvalhal acredita que há "ingratidão" na forma como Cristiano Ronaldo tem sido tratado recentemente.

Numa publicação no Twitter, Carvalhal, agora no Al-Wahda, lamenta que "muitos virem as costas" num momento em que o capitão da seleção precisa de apoio "pela primeira vez".

"Ingratidão. Um dos melhores jogadores de todos os tempos, que sempre jogou com orgulho pela nossa seleção, no momento em que se calhar pela primeira vez precisa de apoio, muitos viram as costas e só o criticam. Quem sabe hoje não corem de vergonha. Força Portugal, força Ronaldo", comenta.

Ronaldo viveu um verão conturbado, em que quis deixar o Manchester United. A transferência não aconteceu, o português chegou mais tarde à pré-época dos "red devils" e isso custou-lhe a titularidade no início de temporada.

O capitão da seleção foi titular e somou os 90 minutos na goleada por 4-0 na República Checa. Somou uma assistência.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Digo
    27 set, 2022 Eu 14:10
    Ronaldo deitou-se na cama que ele próprio fêz. Convencido que ainda está no auge e continua com muitos pretendentes, tentou forçar uma saída e tomou atitudes da Super-vedeta que ele foi um dia, mas já não é agora. As coisas não correram como ele queria, e agora enfrenta as consequências. Poderá dar a volta a isto, que ele ainda não está acabado, mas é melhor que acorde para a Realidade e comece a pensar se no final da carreira quer ser recordado como o génio do Futebol que foi, ou pelo birrento vaidoso que mostrou ser este Verão.

Destaques V+