Tempo
|
A+ / A-

Notícia Renascença

Galeno já é português e pode jogar pela seleção nacional

25 mar, 2022 - 18:00 • Sílvio Vieira

O avançado do FC Porto, a residir em Portugal há mais de cinco anos, passa a ser elegível por Fernando Santos. Processo de obtenção de dupla nacionalidade foi sustentado por FC Porto e Federação Portuguesa de Futebol.

A+ / A-

Wenderson Galeno já é mais uma opção para Fernando Santos e para a seleção nacional. A Renascença apurou que o avançado do FC Porto concluiu, recentemente, o processo de naturalização.

A residir em Portugal há quase seis anos, desde agosto de 2016, Galeno obteve nacionalidade de portuguesa, após a conclusão de um processo apreciado com caráter de urgência.

Ao que apurámos, o pedido foi sustentado com fundamentação apresentada pelo FC Porto e pela Federação Portuguesa de Futebol, o que permitiu uma conclusão mais rápida de um processo que quando "não urgente" tem, por norma, um período mais longo até à aprovação, após apreciação.

Natural de Barra da Corda, no estado do Maranhão, no Brasil, Galeno pediu dupla nacionalidade no final de 2021. O futebolista, de 24 anos, chegou a Portugal, via Grémio Anápolis, clube detido pelo empresário português António Teixeira, em 2016 para jogar no FC Porto.

Galeno voltou ao FC Porto em janeiro, a troco de nove milhões de euros Foto: Paulo Aragão/RR
Galeno voltou ao FC Porto em janeiro, a troco de nove milhões de euros Foto: Paulo Aragão/RR
Galeno destacou em Braga durante duas épocas e meia Foto: Hugo Delgado/Lusa
Galeno destacou em Braga durante duas épocas e meia Foto: Hugo Delgado/Lusa
Foi ao Tondela que marcou o primeiro golo, após o regresso ao FC Porto Foto: Manuel Fernando Araújo/Lusa
Foi ao Tondela que marcou o primeiro golo, após o regresso ao FC Porto Foto: Manuel Fernando Araújo/Lusa
Galeno começou por dar nas vistas na equipa B do FC Porto Foto: FC Porto
Galeno começou por dar nas vistas na equipa B do FC Porto Foto: FC Porto

Deu nas vistas logo na primeira época na equipa B. Na segunda temporada fez quatro jogos pela equipa principal - suficiente para ser campeão nacional - e terminou a temporada no Portimonense.

Foi depois cedido ao Rio Ave e transferido, em definitivo, para o Braga. Após dois anos e meio no Minho, voltou em janeiro ao FC Porto, a troco de nove milhões de euros. Galeno, que não tem registo de qualquer jogo pelas seleções jovens brasleiras, pode ser chamado para jogar pelo Brasil ou, a partir de agora, por Portugal.

Desde que assumiu o comando da seleção nacional, Fernando Santos chamou pela primeira vez à seleção três jogadores nascidos no Brasil: Otávio, Dyego Sousa e Matheus Nunes. Antes, já tinham jogado pela seleção Deco, Pepe, Liedson, Celso e Lúcio.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+