Tempo
|
A+ / A-

Mundial 2022

Fernando Santos foca-se na Turquia. "Não vale a pena falar já da Itália"

26 nov, 2021 - 16:57 • Redação

Selecionador nacional mantém a confiança que Portugal vai qualificar-se para o Mundial do Qatar e destaca vantagem de jogar o "play-off" em casa.

A+ / A-

Fernando Santos, selecionador nacional, não considera o sorteio do "play-off" do Mundial 2022 como fácil ou difícil, e destaca a vantagem que será poder jogar em casa os dois jogos.

Em declarações aos meios oficiais da federação, Fernanto Santos recusa falar já da Itália e foca-se apenas na meia-final frente à Turquia.

"Não vale a pena começar a falar desse assunto [da Itália]. Primeiro temos de nos concentrar em vencer a Turquia, é o jogo importante para estarmos na final e vencer. O sorteio é o sorteio, não adianta discutir se é o mais forte ou menos forte. Tem coisas positivas, desde logo jogar em casa a final, também pelo desgaste das viagens. É um fator de peso. Foi o que foi, é preparar a equipa para se apresentar bem em março", disse.

O treinador campeão europeu em 2016 faz o "raio-x" à seleção turca, que esteve perto de falhar a qualificação para o "play-off" e que esteve mal no Campeonato da Europa no último verão.

"É uma equipa com muitos bons jogadores, de qualidade. Por vezes não funciona em pleno, mas só em março poderemos ver. Há que contar com a Turquia. A Noruega esteve muito perto do apuramento e a Turquia aproveitou bem. Não adianta olhar para o que fizeram no Europeu, temos de analisar duas equipas que jogam em 4x3x3, à partida", atira.

O "play-off" joga-se no final de março e Fernando Santos reconhece que gostaria que os jogos fossem mais cedo.

"Temos de fazer a preparação e análise, o detalhe de como vamos fazer os estágios. Falta um dado que tem a ver com os cartões amarelos. Eventualmente, os amarelos não contarão, mas quem está castigado não podem ir a jogo. Ainda não há certezas, esperamos pela determinação final. Se não tiver castigados, 24 é um número bom de jogadores", atira.

Portugal recebe a Turquia a 24 de março, ainda em estádio a definir. Caso siga em frente, defronta a final do "play-off" contra o vencedor do jogo entre Itália e Macedónia do Norte, também em solo português, jogos que terão total cobertura na Renascença e em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • JMC
    26 nov, 2021 USA 18:35
    "É preparar a equipa para se apresentar bem em março." Blá, blá, blá. Já ouvimos isso antes––dos mesmos lábios do Fernando Santos. Pese embora o bom trabalho dele no Euro 2016, tenho receio de que o Fernando Santos já seja um selecionador fora de prazo.

Destaques V+