Tempo
|
A+ / A-

Mundial 2022

Alerta, Portugal. Sérvia com motivação no máximo

25 mar, 2021 - 18:15 • Rui Viegas

Drulovic, antigo selecionador sérvio e ex-futebolista em Portugal, lança embate deste sábado em Belgrado. Novo selecionador é um dos fatores que levam à motivação da equipa de Mitrovic e Companhia.

A+ / A-

Portugal terá pela frente, este sábado, uma seleção da Sérvia "muito motivada". O aviso parte de Ljubinko Drulovic, ex-selecionador do país e antigo futebolista sérvio em Portugal, em vésperas de as duas equipas nacionais de defrontarem em Belgrado, na segunda partida de apuramento para o Mundial de 2022.

A equipa das quinas venceu pela margem mínima, tal como a seleção agora orientada por Dragan Stojkovic [3-2 sobre a República da Irlanda], no arranque da campanha rumo ao torneio do Catar.

Segundo Drulovic, em entrevista a Bola Branca, Portugal entra no relvado do estádio do Estrela Vermelha como "favorito", mas tem de justificar esse estatuto uma vez que a Sérvia tem a motivação em alta.

"A motivação desta equipa da Sérvia está em alta, pois temos novo selecionador e temos jogos importantes. Embora não tenhamos jogado tão bem na primeira parte [contra a República da Irlanda], conseguimos ganhar - com a entrada de Mitrovic, avançado do Fulham, que foi meu jogador quando fomos campeões da Europa de sub-19. Todos os jogadores estão motivados para este encontro e para tentar bater Portugal - que começa o jogo como favorito, mas terá de o mostrar dentro de campo", alerta "Drulo".

O treinador de 52 anos espera mudanças nos dois conjuntos, em comparação com aquilo que foram os onzes titulares dos jogos de quarta-feira passada.

"Com a Sérvia aconteceu um pouco o que aconteceu com Portugal: os dois selecionadores pensaram nos jogos que se seguem e não colocaram todos os jogadores que pensam colocar agora, no Sérvia-Portugal. Como vai haver mudanças na equipa portuguesa - sobretudo no meio campo e não sabemos se com Ronaldo como avançado - na Sérvia será igual. Vamos ter no mínimo três ou quatro, para não dizer cinco, jogadores novos neste jogo contra Portugal", diz, antes de especificar as possíveis alterações.

"No meio campo, por exemplo, talvez o Gudelj - que vocês conhecem do Sporting - e o Maksimovic joguem como médios defensivos. E, depois, lá na frente é capaz de jogar o Mitrovic juntamente com o Tadic. Em princípio também pode entrar o Milinkovic-Savic. Por isso, vamos ter aqui algumas mudanças, com jogadores mais frescos. O jogo vai exigir isso e acredito que a Sérvia, mais ou menos, apresentará esta equipa", antevê.

Historicamente, os desafios nos Balcãs são rodeados de ambientes muito quentes - hostis até - com os adeptos a vibrarem do primeiro ao último minuto nos estádios, no apoio às equipas locais. Todavia, atualmente, a pandemia veio alterar completamente este estado. Drulovic, nestas declarações a Bola Branca, reconhece que - neste capítulo - os visitantes têm agora a tarefa facilitada.

"O público na Sérvia sempre foi o 12º jogador. Principalmente quando joga a seleção. E agora com a mudança de treinador, no estádio do Estrela Vermelha - onde ele foi um grande jogador -, contra Portugal - Campeão da Europa e vencedor da Liga das Nações -, com Ronaldo e outras estrelas, de certeza que o estádio estava mais do que cheio. Assim, [sem público] melhora um pouco [o ambiente] para a equipa que joga fora", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+