Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Benfica

“Benfica está vivo e bem vivo” e com “equipa-tipo” encontrada, garante João Alves

04 abr, 2024 - 13:00 • Pedro Castro Alves

“Luvas pretas” acredita que Roger Schmidt só fará mudanças na equipa “se não estiver a pensar bem”. Quarto dérbi com o Sporting “pode decidir o campeonato”

A+ / A-

Ao quarto dérbi da época, Benfica e Sporting podem decidir quem fica com o título de campeão nacional.

João Alves, antigo médio das águias, vê o duelo em Alvalade como potencialmente decisivo, mas apenas para retirar a equipa de Roger Schmidt da corrida.

“É um jogo pode decidir o campeonato. No caso de o Benfica perder, é evidente que as coisas estão praticamente arrumadas. Caso o Benfica ganhe, fica com grandes chances de poder ser campeão e as equipas vão sentir isso mesmo”, afirma, em declarações a Bola Branca.

O jogo em Alvalade será o quarto dérbi da temporada, com Benfica e Sporting a chegarem ao encontro acabados de cumprir um duelo nas meias-finais da Taça de Portugal que deu vantagem aos leões.

Apesar do desaire na prova rainha, João Alves acredita que o Benfica “deu bons sinais, de que o Benfica está vivo e bem vivo”.

Quanto às escolhas do treinador encarnado para o encontro com os leões, o “luvas pretas” está confiante de que Roger Schmidt só fará alterações “se não estiver a pensar bem”, uma vez que as mais-valias da equipa “são bem visíveis aos olhos de todas as pessoas”.

“Finalmente, depois deste tempo todo, chegou-se à conclusão de qual é a equipa tipo do Benfica. Neste momento a equipa está montada e é só deixar seguir o caminho”, conclui, em entrevista à Renascença.

O Sporting-Benfica, da jornada 28 da Liga está agendado para sábado, a partir das 20h30, no Estádio de Alvalade. O encontro terá relado na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+