Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Vírus que atacou a águia de Schmidt já foi contraído na época passada

04 dez, 2023 - 18:15 • Rui Viegas

O jornalista Luís Mateus, autor de um livro sobre Roger Schmidt, acredita que o treinador alemão tem acusado a pressão de forma evidente e recorda episódios da sua passagem pelo Leverkusen.

A+ / A-

Os problemas do Benfica já se faziam notar no final da temporada passada - a de estreia de Roger Schmidt na Luz, que acabou com a conquista do 38.º título nacional por parte das águias.

A ideia é de Luís Mateus, do jornal "A Bola" e autor do livro sobre o treinador alemão, “Schmidtologia – As ideias do revolucionário que chegou, viu e conquistou a Luz", reforça esta ideia em declarações a Bola Branca.

"A primeira época acaba por correr bem demais. Encontra os jogadores certos e toma as melhores decisões. Mas o problema não vem só desta época, vem também da época passada", sublinha Luís Mateus.

Para o autor, Schmidt tem acusado a pressão de forma visível: "Não conseguiu resolver, neste tempo, a forma como lida com a pressão. As decisões que toma são sempre coerentes com a sua filosofia, mas no momento em que é confrontado com perguntas um pouco mais críticas e com suspeitas sobre o momento da equipa, perde o controlo, o que não é de hoje". E dá exemplos disso.

"Na terceira época em Leverkusen, teve momentos parecidos aos que já teve este ano aqui nas salas de imprensa. O que o protegeu na temporada passada foram, sobretudo, os resultados quase sempre positivos. Algo que lhe permitiu lidar com a imprensa de uma forma diferente", completa.

Todavia, o técnico alemão não está sozinho nesta análise ao momento, que ainda não é de "crise", faz notar o jornalista.

Também a SAD do Benfica tem responsabilidades. No presente e para o futuro, que concorram para um desanuviar do ambiente e para a melhoria do desempenho.

"O Benfica tem de ser mais assertivo no mercado [de janeiro]. Não me parece é que o faça com os nomes que têm saído: o Prestianni é claramente uma aposta de futuro e vai ter de se ambientar, pois é um jogador muito novo, e o [Pedro] Malheiro, embora promissor, não sei se agarrará a titularidade neste momento", conclui Luís Mateus.

Na última semana, as águias deixaram escapar uma vantagem de três golos e empataram com o Inter de Milão, em casa, o que limitou as hipóteses do Benfica conseguir o terceiro lugar na Liga dos Campeões.

No campeonato, o Benfica empatou no domingo na visita ao estádio do Moreirense, sem golos, e pode perder a liderança em caso de vitória do Sporting.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+