A+ / A-

Benfica marcou cinco ao Chaves, mas Schmidt queria ainda mais

29 out, 2022 - 20:14 • Redação

Treinador alemão salienta que o Benfica teve "a mesma força" frente ao Chaves que diante da Juventus e atribui o mérito aos jogadores.

A+ / A-

Roger Schmidt mostra-se satisfeito com a goleada (5-0) do Benfica ao Desportivo de Chaves, no entanto, queria ainda mais golos.

Em declarações à BTV, no final da partida, o treinador do Benfica salienta que a sua equipa teve "a mesma força" frente ao Chaves que diante da Juventus.

"Queríamos ganhar este jogo. Podíamos ter marcado mais. Não sofremos e não demos oportunidades aos adversários. Estou feliz pela exibição e pela atitude", realça o alemão.

Schmidt acrescenta que espera manter os níveis de motivação e rendimento no máximo até à paragem para o Mundial e elogia o empenho dos jogadores nesse sentido.

"O trabalho é feito pelos jogadores. Tento sempre aconselhá-los. Queremos acabar este período no máximo nível, até ao Mundial. Os jogadores demonstraram estar num bom nível, estavam frescos. Começámos bem este ciclo", refere.

Com a vitória sobre o Chaves, o Benfica aumenta a vantagem para o FC Porto, segundo classificado do campeonato, para oito pontos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+