Tempo
|
A+ / A-

Schmidt quer pôr o Benfica jogar com estilo, mas pede atitude para lutar por títulos

25 mai, 2022 - 16:18 • Redação

O treinador alemão garante aposta na formação e promete que tentará "mostrar o melhor futebol e lutar por troféus".

A+ / A-

Roger Schmidt pretende pôr o Benfica a jogar bem, no entanto, avisa que não basta ter estilo para vencer: é preciso atitude e sentido de equipa.

Em entrevista à BTV, divulgada esta quarta-feira, o novo treinador do Benfica prefere não falar sobre o estilo de jogo que vai implementar e salienta que pedirá muito mais do que isso quando a pré-época começar.

"Para termos sucesso não conta só o estilo de futebol, mas tudo. Também a atitude, ser uma equipa. É algo que podemos discutir depois do dia 27 de junho, quando começarmos a pré-época", sublinha.

O técnico alemão ficou impressionado com o que viu no Benfica Futebol Campus e garante que vai olhar para a formação do clube, mais ainda depois da conquista da Youth League pela equipa de sub-19.

"Estou muito interessado nos jovens jogadores e no seu desenvolvimento. É sempre muito bom que os clubes tenham jogadores da formação na primeira equipa: dão sempre energia e identidade", explica.

Com mais ou menos conversa, com mais ou menos jovens, o objetivo de Roger Schmidt é claro: "Mostrar o melhor futebol e lutar por troféus."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Juíz Vermelho
    25 mai, 2022 Catedral da Luz 16:52
    "Atitude" é o que tem faltado de há 3 épocas para cá. Pode ser que com menos "mercenários" e mais jogadores da formação, e uma atitude firme da equipa técnica, afastando os madraços, os "políticos", os que só lá estão para levantar ordenado, pode ser que essa "atitude" regresse. Dantes, chamávamos-lhe "Mística" ...

Destaques V+