A+ / A-

Liga dos Campeões

Luisão acredita que Liverpool é adversário "difícil e desafiante"

18 mar, 2022 - 13:10 • Lusa

Diretor do Benfica destaca "orgulho" pelo clube ter chegado aos quartos de final da Liga dos Campeões.

A+ / A-

O ex-futebolista Luisão, atual diretor na estrutura técnica do Benfica, admitiu que o clube teve “um sorteio difícil” e “desafiante” para os quartos de final da Liga dos Campeões, em que defrontará o Liverpool.

“Foi um sorteio difícil, desafiante para nós, mas posso lembrar 2006, em que tivemos uma eliminatória [oitavos de final] contra o Liverpool, que era o último campeão e conseguimos superar.Espero que nesta também estejamos preparados”, disse o antigo jogador, na zona de entrevistas rápidas após o sorteio em Nyon.

Luisão teve papel importante nessa eliminatória para a ‘Champions’, com o central a marcar o 1-0 da vitória no Estádio da Luz, enquanto na segunda mão a equipa voltou a vencer, com golos de Simão Sabrosa e Miccoli.

Em relação ao Liverpool atual, que já esta época venceu o FC Porto nos dois jogos na fase de grupos, 5-1 no Estádio do Dragão e 2-0 em Anfield Road, neste embate já com algumas ‘poupanças’ na equipa, Luisão reconhece o poderio ofensivo dos ingleses.

“Toda a equipa, mas o ponto forte é do meio para a frente. Com uma saída muito forte, tem jogadores de alto nível, defensivamente também, mas o ataque é o mais forte”, elogiou o atual diretor dos ‘encarnados’.

Nos ‘reds’, treinados pelo alemão Jurgen Klopp e campeões europeus em 2018/19, Salah, Sadio Mane, Roberto Firmino e o português Diogo Jota são alguns dos perigos de um ataque repleto de soluções e que no mercado de inverno ainda se reforçou com o portista Luís Díaz.

Nos ‘quartos’, o Benfica começa por receber o Liverpool no Estádio da Luz, em Lisboa, em 5 ou 6 de abril, e disputa o segundo jogo em Anfield Road, em 12 ou 13 do mesmo mês.

Ainda para Luisão esta presença nos quartos de final, depois de eliminar os holandeses do Ajax e que tinha sido alcançada pelo Benfica pela última vez em 2015/16, é um motivo de grande orgulho.

“Sentimos orgulho, porque o Benfica é um grande clube, venceu duas ‘Champions’ [Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1960/61 e 1961/62], onde vai é respeitado, por isso sentimos orgulho de estar neste sorteio”, disse ainda o atual diretor.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+