Tempo
|
A+ / A-

Luís Filipe Vieira. Benfica aproveita crise para atrair jogadores "de enorme prestígio"

01 set, 2020 - 13:50 • Redação

Presidente do Benfica admite que este é o momento de "redefinir algumas prioridades e procurar chegar mais longe e de forma mais ambiciosa a alguns objetivos".

A+ / A-

Luís Filipe Vieira enviou, esta terça-feira, uma mensagem de confiança aos adeptos do Benfica. O presidente encarnado regozija com o facto de o Benfica estar a aproveitar o "momento de crise" provocada pela pandemia do novo coronavírus para atrair jogadores a que, caso contrário, poderia não ter acesso.

Em nota publicada na newsletter "News Benfica", Vieira deixa "uma palavra de confiança a todos os benfiquistas", alicerçada "numa redobrada ambição" que levou ao regresso de Jorge Jesus e "pela capacidade de ir ao mercado contratar jogadores internacionais de enorme prestígio".

"É nestes momentos de crise que as entidades mais robustas e consistentes conseguem por norma fazer os seus melhores investimentos. E é mesmo isso que temos feito. Aproveitar este momento de crise para, com base num nivelamento por baixo dos valores de mercado, ter acesso a talentos que noutras circunstâncias estariam fora de hipóteses para nós", escreveu o presidente do Benfica.

Vieira acrescenta a credibilidade, um dos "principais títulos conquistados" pela sua direção", com "gestão eficaz e racional" do plantel, e o "reconhecimento unânime" à qualidade das infraestruturas como fatores que permitem "atrair algum do melhor talento", apesar de a portuguesa não ser uma das cinco principais ligas europeias.

"Hoje, temos os alicerces necessários para redefinir algumas prioridades e procurar chegar mais longe e de forma mais ambiciosa a alguns objetivos. Como sempre e desde a primeira hora, só esse tem sido o meu foco, trabalhar em prol do Benfica. E neste momento, mais do que nunca face aos tempos de incerteza que vivemos, defender o Clube e reforçar os seus pilares com os olhos postos num futuro ainda mais ganhador", conclui Luís Filipe Vieira.

Para a nova época, o Benfica comprou Éverton Cebolinha por 20 milhões de euros, Pedrinho por 18 e Luca Waldschmidt por 15, além de ter garantido o central internacional belga Jan Vertonghen a custo zero.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    02 set, 2020 Trofa 09:00
    Para os anteriores treinadores não havia reforços, já gastou uns milhões de euros, quase uma equipa nova. dantes a solução era o seixal agora… é vergonhoso o que este presidente esta a fazer ao nome Benfica, com a contratação de um treinador que disse mal do Benfica, é de facto pior que Vale e Azevedo.

Destaques V+