Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Contra tudo e contra todos

05 dez, 2023 • Opinião de Ribeiro Cristovão


O sueco Gyokers, verdadeiro abono de família da equipa leonina, voltou a ser o melhor jogador em campo, continuando a confirmar-se como um dos jogadores mais valiosos da nossa primeira Liga, e que, pelos vistos, vai continuar a justificar esse estatuto.

Não foi a primeira vez que se ouviu o lamento após um jogo de futebol, sobretudo quando, para algumas equipas e alguns jogadores, as coisas não estão a correr bem.

Aconteceu no domingo após o empate do Benfica em Moreira de Cónegos, com o argentino Di Maria a lamentar-se das críticas de que a sua equipa vem sendo alvo sem, por outro lado, se preocupar com o mau futebol que tem produzido, e do facto de ter descido, de novo, ao segundo lugar da tabela classificativa.

Mas esta é a verdade a que o Benfica, treinador, jogadores e dirigentes sobretudo, não podem fugir, pelo que adeptos e sócios têm dificuldade em aceitar esta escapatória de desculpas, que é sempre utilizada quando as exibições ficam longe de provocar o entusiasmo da massa associativa, na sua grande maioria.

Para o jogo com o Moreirense sabia-se, de sobejo, que os escolhidos por Roger Schmidt não deveriam contar com facilidades. Recentemente vindos do segundo escalão, onde foram campeões nacionais, os “cónegos” estão a protagonizar uma excelente carreira, ocupando com toda a justiça o sexto lugar da classificação, sendo o seu sector defensivo o terceiro menos batido do nosso campeonato.

Fora da Liga dos Campeões e em risco de lhe acontecer o mesmo na Liga Europa, o Benfica está a dar passos para poder vir a registar uma das suas piores épocas de sempre.

Sem realizar um jogo de qualidade, antes pelo contrário, o FCPorto saíu de Famalicão com uma vitória robusta, tendo o resultado sido muito melhor do que a exibição, o que dá origem a que o descontentamento dos dragões se tenha vindo a acentuar ao longo dos meses.

Face às carências do plantel azul e branco não parece que venha a haver grandes possibilidades de melhor a situação nos tempos mais chegados.

Quanto ao Sporting, recuperou a liderança da tabela classificativa, ainda que não tenha conseguido chegar a uma actuação brilhante no jogo que realizou em Alvalade contra o Gil Vicente. E essa realidade foi ainda mais evidente na primeira parte do desafio, da qual saiu com um empate, ainda assim ajustado ao desenrolar do desafio com os galos.

O Sueco Gyokers, verdadeiro abono de família da equipa leonina, voltou a ser o melhor jogador em campo, continuando a confirmar-se como um dos jogadores mais valiosos da nossa primeira Liga, e que, pelos vistos, vai continuar a justificar esse estatuto.

Por enquanto, apenas estão cumpridas doze jornadas, faltando vinte e duas para que se cumpra integralmente o calendário.

Há, portanto, ainda muitas histórias para viver e contar, podendo, de repente, alterar-se o quadro que agora está perante os nossos olhos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.