Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Há noites assim

17 nov, 2023 • Opinião de Ribeiro Cristovão


No domingo à noite, no estádio do Sporting, teremos a festa de encerramento da fase de apuramento

Não podemos falar de mais uma boa exibição da selecção portuguesa de futebol, no jogo de ontem à noite frente à frágil formação do Liechtenstein, mas tão-somente de um resultado positivo que permitiu manter um trajecto cem por cento vitorioso na fase de apuramento do Campeonato da Europa, com nove vitórias em outros tantos jogos, 36 golos marcados e apenas dois sofridos.

Após este pleno conseguido até aqui, e obtido num grupo demasiado fácil, onde não tivemos como adversários conjuntos de grande envergadura, falta defrontar a selecção da Islânsdia, o que acontecerá no próximo domingo à noite, no estádio José Alvalade.

Ontem, o nosso seleccionador resolveu, introduzir diversas alterações no jogo, primeiro fazendo alinhar alguns jogadores que até aqui ainda não haviam merecido a titularidade, depois mexendo também no sistema para, segundo afirmou no final, experimentar novas soluções, às quais possa vir a ter necessidade de recorrer, sobretudo nos jogos mais a sério no campeonato do próximo ano.

A noite, em Vaduz, não deixou, assim, muito gratas recordações, para além desse aspecto sempre importante do resultado positivo conseguido, e do alargar dos números registados em desafios com o Liechtenstein até aqui: em nove jogos, oito vitórias e um empate, som o avultado saldo de 41 golos apontados e somente três sofridos.

A primeira parte de Portugal foi demasiado cinzenta, tendo justamente terminado sem que tenha sido capaz de marcar um só golo.

Depois, no reatamento, Cristiano Ronaldo marcou logo aos 47 minutos, para João Cancelo fixar aos 57 o resultado final. Pelo meio, há ainda o registo de mais dois golos, que, no entanto, não foram validados devido a irregularidades que os precederam.

No domingo à noite, no estádio do Sporting, teremos a festa de encerramento da fase de apuramento. E dizemos festa, porque parece razoável pensar na possibilidade de mais uma vitória, contra a Islândia, selecção colocada num modesto quarto lugar do Grupo J, que Portugal comanda desde o início.

Depois, até ao Europeu, que terá lugar em Junho na Alemanha, haverá ainda dois desafios de carácter particular, os quais Roberto Martinez vai aproveitar para fazer os acertos finais na equipa e na estratégia, que desejamos nos levem a um lugar de destaque no pódio final do campeonato.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.