Tempo
|
João Duque n´As Três da Manhã
Segundas e sextas-feiras, às 9h20, n'As Três da Manhã
A+ / A-
Arquivo

João Duque

“A TAP é menos TAP e mais TAPzinha”

17 jun, 2022 • Marta Grosso


João Duque comenta a atribuição de 18 ‘slots’ da companhia aérea portuguesa à EasyJet, no aeroporto de Lisboa.

As ajudas de Estado têm de ter uma compensação e essa “compensação é criar mais concorrência dentro do aeroporto” em termos de companhias a aterrar e a descolar, diz João Duque.

Na quinta-feira, Bruxelas atribuiu 18 ‘slots’ (faixas horárias diárias) da TAP à EasyJet, no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Em grande competição estavam a EasyJet e a Ryanair e João Duque desconfia que houve pressão por parte de Portugal para a escolha final, dadas as críticas constantes do presidente da Ryanair.

O comentador d’AsTrês da Manhã admite que possa “haver uma diferença significativa de planos para rotas” a partir de agora.

“Certo é que a TAP é menos TAP e mais TAPzinha”.

Sobre as longas esperas que se têm verificado nos aeroportos, João Duque diz que a única origem será a (má) gestão.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.