Tempo
|
Explicador Renascença
As respostas às questões que importam sobre os temas que nos importam.
A+ / A-
Arquivo
Porque é que há bancos a bloquear as contas dos clientes?
Ouça o Explicador Renascença

Explicador Renascença

Por que é que há bancos a bloquear as contas dos clientes?

08 fev, 2024 • André Rodrigues


Decorre de uma lei criada em 2017 para combater o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo. Esta lei estabelece que a atualização periódica de dados dos clientes bancários aconteça, no máximo, a cada cinco anos.

Há bancos que estão a bloquear as contas do seus clientes.

O Banco de Portugal recebeu mais de 200 reclamações sobre esta matéria só entre janeiro e julho de 2023.

O Explicador Renascença indica o que está em causa.

Por que é que isto está a acontecer?

O bloqueio de uma conta bancária pode acontecer por vários motivos. Um deles está relacionado com os dados pessoais dos clientes bancários que, se não forem atualizados, podem ter como consequência a suspensão da conta, bem como o bloqueio no acesso às aplicações de homebanking.

No fundo, é isto que está a acontecer. Os bancos estão a bloquear contas por falta de atualização de dados dos clientes.

Com que consequências?

Várias. Desde logo, deixa de ser possível realizar levantamentos de dinheiro em terminais Multibanco, pagamentos de contas e outras operações.

Quem fica com a conta bloqueada, fica, também, impedido de acrescentar ou retirar titulares da conta.

Como desbloquear os acessos?

Indo ao balcão mais próximo do seu banco, para proceder à atualização presencial dos dados pessoais.

E como é que os clientes sabem que têm de atualizar os seus dados?

Normalmente, através de um contacto feito pelo seu próprio banco que, em regra, ocorre por via eletrónica.

Seja através de um email, seja através da aplicação de homebanking.

E que dados são esses que os clientes devem atualizar?

Aqueles que garantem ao banco que o cliente está sempre contactável: morada, número de telefone e endereço de email. E, ainda, comprovativos de salários e pensões a domiciliar na conta bancária.

Contudo - e é aqui que os clientes bancários têm mais razão de queixa - são pouco claras as regras relativas à forma de contactar os clientes para que procedam a essa atualização.

Mas, como em todas as situações, o desconhecimento da lei não é desculpa: quem não o fizer, arrisca ver a sua conta bloqueada.

De acordo com números do Banco de Portugal relativos ao ano passado - e revelados pelo jornal "Público" - esta situação deu origem a 271 queixas de clientes bancários junto do regulador em sete meses. No entanto, o número real de pessoas afetadas deverá ser bastante superior.

Mas se as regras não são claras, isto é legal?

Mais do que legal, é mesmo obrigatório, ainda que haja lacunas na forma de comunicar com os clientes.

Como assim?

Porque decorre de uma lei criada em 2017 para combater o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo. Esta lei estabelece que a atualização periódica de dados dos clientes bancários aconteça, no máximo, a cada cinco anos.

E isto pode ser um problema, sobretudo tendo em conta que este é um problema que afeta, sobretudo, quem não reside habitualmente em Portugal, como é o caso dos emigrantes.

Por outro lado, e de acordo com o jornal "Público", também os idosos acabam por ser afetados, mas, neste caso, como consequência da baixa literacia financeira e do desconhecimento das regras.

"Autobaixas" estão em alta. Está tudo a ficar doente?
O segundo ciclo deve continuar ou acabar?
A Europa está a preparar-se para entrar em guerra com a Rússia?
Como funciona o voto antecipado?
Como é que devo validar as minhas faturas?
Como evitar burlas no arrendamento de casas?
O que é que causou o incêndio que consumiu prédio em Valência?
Quais são os problemas no atendimento ao cidadão?
Quem vai estar dispensado de preencher o IRS?
Por que é que o sarampo se está a propagar rapidamente?
Julian Assange vai ser extraditado para os EUA?
Protesto dos polícias no Capitólio foi autorizado?
Missão militar europeia no Mar Vermelho. Quais são os meios e os objetivos?
O que é que fez o endividamento das famílias quadruplicar desde 2015?
Morreu Alexei Navalny. O que se sabe até agora?
Julgamento de suspeito do rapto de Maddie McCann está relacionado com o caso?
Madeira. O que é que vai acontecer agora que os três detidos foram libertados?
Já é possível ter o cartão de cidadão e a carta de condução no telemóvel. Como é que funciona?
Vai ser possível consultar online as declarações de rendimentos e património dos políticos. Que plataforma é esta?
A Meta vai limitar o acesso a sugestões de conteúdo político nas redes sociais. O que é que isto significa?
Presencial, correspondência ou antecipado. Como votar nas eleições legislativas?
Por que é que as televisões recusaram debates com Nuno Melo a representar a AD?
Abandono escolar aumenta em Portugal. Porquê?
Baixas médicas e fim de grupo operacional. O que se passa na PSP?
A PSP está a investigar a própria PSP por suspeitas de fraude?
Quem é o pirata português procurado nos EUA?
Existe uma relação contratual entre um estafeta e a Uber Eats?
Dengue deixa Rio de Janeiro em estado de emergência. A culpa é do mosquito?
Os protestos dos polícias podem impedir as eleições legislativas?
O que sabemos da manifestação anti-Islão?
Cessar-fogo à vista. Aproxima-se o fim da guerra entre Israel e Hamas?
Agricultores protestam e cortam estradas em Portugal. Porquê?
Telecomunicações mais caras. Por que é que os preços voltam a aumentar?
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze
    08 fev, 2024 aldeia 08:58
    Os bancos em Portugal prestam um mau serviço,depois dos portugueses terem sido obrigados a pagar milhares de milh-oes de euros aos bancos, por má gestão,estes o que fizeram?, começaram a despedir pessoal, fecharam agências por todo o lado,criaram dificuldades a acesso de consulta de contas,e cobrem um serviço de "manutenção de conta"......quando todos são obrigados a terem uma conta, e até aos pensionistas com pensões baixas.Agora ameaçam em bloquear contas......só mostra o mau serviço que prestam, pois quem tem muitos milhões, nada acontece, e a quem tem uns miseros euros na conta, proveniente de vencimentos ou pensões, de um momento para o outro podem ficar com um problema nas mãos.O banco de Portugal como regulador, também não presta um bom serviço,.