Tempo
|
Explicador Renascença
As respostas às questões que importam sobre os temas que nos importam.
A+ / A-
Arquivo
Rebelião falhada e fuga para a Bielorrússia. Quem são os mercenários do Wagner?
Clique na imagem para ouvir este Explicador Renascença

Explicador Renascença

Rebelião falhada e fuga para a Bielorrússia. Quem são os mercenários do Wagner?

27 jun, 2023 • André Rodrigues


A Rússia vive o rescaldo da tensão do fim de semana, motivada pela rebelião dos mercenários do grupo Wagner. Nas últimas horas, Vladimir Putin prometeu responsabilizar os organizadores da revolta. Mas que grupo é este? E o que vai acontecer depois disto?


O que é o grupo Wagner?

É uma empresa privada e o seu principal negócio é a guerra. O grupo Wagner, liderado por Yevgeny Prigozhin, foi criado em 2013 e a sua primeira grande missão foi reforçar as forças separatistas pró-russas no Donbass e também na anexação da Crimeia.

Mas porquê Wagner? Qual a origem do nome?

O nome Wagner homenageia o compositor Richard Wagner, curiosamente o compositor favorito de Adolf Hitler.

Apesar de ser o criador de composições musicais como a "Cavalgada das Valquírias", “Tristão e Isolda” ou o “Anel de Nibelungo”, Wagner ficou conhecido também pelas suas práticas antissemitas, amplamente difundidas durante o Terceiro Reich, na Alemanha.

Aliás, um dos fundadores desta organização mercenária, o checheno Dmitry Utkin, é um confesso simpatizante da ideologia nazi. O que para um grupo que apoia uma guerra com o propósito de desnazificar a Ucrânia (expressão de Vladimir Putin) é, no mínimo, curioso.

Ou seja, não é uma força oficial?

Não. O grupo Wagner é uma força paramilitar de mercenários composta por ex-soldados, prisioneiros e civis russos e estrangeiros que, neste caso, integram o esforço de guerra da Rússia na Ucrânia. É uma espécie de parceria público-privada em que o Estado russo paga, neste caso a um grupo paramilitar, para combater ao seu serviço.

De resto, a conquista de Bakhmut, no leste da Ucrânia, é talvez o melhor exemplo da importância do grupo Wagner para os objetivos de Moscovo.

Em que outras regiões atua o grupo Wagner?

Sobretudo em África. Sudão, República Centro-Africana, Líbia e Mali são alguns dos países onde os mercenários Wagner têm uma atuação decisiva.

Por exemplo, na República Centro-Africana, são vistos como os instrutores russos que apoiam o exército governamental.

Na Líbia, calcula-se que cerca de 1.200 mercenários combatem ao lado dos rebeldes.

No Mali, a junta militar - declaradamente pró-russa e antiocidental - também integra centenas de combatentes do grupo Wagner, acusados de graves violações dos direitos humanos no país.

Após a rebelião falhada na Rússia, o que vai acontecer ao Wagner?

Essa é a grande questão, mas parece que a relação com Moscovo nunca mais voltará a ser a mesma. Nas últimas horas, Vladimir Putin chamou criminosos e assassinos aos militares do Wagner que marcharam rumo a Moscovo.

Quanto a Yevgeny Prigozhin, o líder do grupo Wagner, sabe-se que estará exilado na Bielorrússia, depois de, aparentemente, ter negociado o fim da rebelião com Aleksandr Lukashenko.

Contudo, esteja onde estiver este líder mercenário, o antigo diretor da CIA David Petraeus já lhe deixou um conselho: que tenha “muito cuidado perto de janelas abertas”, numa alusão às circunstâncias estranhas em que morreram vários oligarcas russos que manifestaram a sua oposição a Vladimir Putin e à invasão da Ucrânia.

Como é que devo validar as minhas faturas?
Como evitar burlas no arrendamento de casas?
O que é que causou o incêndio que consumiu prédio em Valência?
Quais são os problemas no atendimento ao cidadão?
Quem vai estar dispensado de preencher o IRS?
Por que é que o sarampo se está a propagar rapidamente?
Julian Assange vai ser extraditado para os EUA?
Protesto dos polícias no Capitólio foi autorizado?
Missão militar europeia no Mar Vermelho. Quais são os meios e os objetivos?
O que é que fez o endividamento das famílias quadruplicar desde 2015?
Morreu Alexei Navalny. O que se sabe até agora?
Julgamento de suspeito do rapto de Maddie McCann está relacionado com o caso?
Madeira. O que é que vai acontecer agora que os três detidos foram libertados?
Já é possível ter o cartão de cidadão e a carta de condução no telemóvel. Como é que funciona?
Vai ser possível consultar online as declarações de rendimentos e património dos políticos. Que plataforma é esta?
A Meta vai limitar o acesso a sugestões de conteúdo político nas redes sociais. O que é que isto significa?
Presencial, correspondência ou antecipado. Como votar nas eleições legislativas?
Por que é que as televisões recusaram debates com Nuno Melo a representar a AD?
Abandono escolar aumenta em Portugal. Porquê?
Por que é que há bancos a bloquear as contas dos clientes?
Baixas médicas e fim de grupo operacional. O que se passa na PSP?
A PSP está a investigar a própria PSP por suspeitas de fraude?
Quem é o pirata português procurado nos EUA?
Existe uma relação contratual entre um estafeta e a Uber Eats?
Dengue deixa Rio de Janeiro em estado de emergência. A culpa é do mosquito?
Os protestos dos polícias podem impedir as eleições legislativas?
O que sabemos da manifestação anti-Islão?
Cessar-fogo à vista. Aproxima-se o fim da guerra entre Israel e Hamas?
Agricultores protestam e cortam estradas em Portugal. Porquê?
Telecomunicações mais caras. Por que é que os preços voltam a aumentar?
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.