Tempo
|
Autores
A+ / A-

Carlos Bastos


Eu e a rádio em menos de 100 palavras.

Nunca joguei como o Eusébio e na escola não queria ir para a baliza. Tive que improvisar. Comecei a fazer relatos de futebol.
Quando a voz começou a mudar apareceu a rádio. Os relatos da primária deram jeito.
Peniche, Caldas da Rainha, Torres Vedras.
Lisboa veio a seguir. Universidade. Muitos livros, poucos microfones. Fim de curso. Estágio na Renascença.
O estágio já foi há 20 anos e quanto ao resto da história… bom, de lá para cá, tenho-a partilhado consigo.
Conteúdos Publicados