Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Meditando, 29 de novembro

29 de novembro de 2015 • P. Carlos Paes


O fim ou o mais além?!

Meditando 29 de novembro
Meditando 29 de novembro

A finitude, apesar de marcar a nossa experiência histórica, não define o sentido da nossa vida. Não fomos criados para o fim, mas para a eternidade. Por isso, trazemos connosco o sopro de Deus Criador e Pai, que nos encaminha para um mais além, e a unção baptismal do Espírito Santo, que nos projecta para a ressurreição!

Assim a escatologia cristã, que lemos no evangelho deste primeiro Domingo do Advento, não deve ser lida como uma ameaça de pavor e morte, mas como um convite a erguer o olhar para o mais além da fé e para despertar em nós a alegria da esperança na libertação!
O juízo final é antes de mais um encontro de reconhecimento entre nós e o Filho, que Deus Pai nos enviou como mestre e Vida e companheiro de caminhada. Oxalá nesse encontro final O saibamos reconhecer imediatamente como o Amigo de sempre que nos estende a mão e que não hesitamos em apertar. O sonho missionário que vamos alimentando é o sonho de apresentar a todos este Jesus Cristo Salvador, Mestre e Guia!

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.