Tempo
|

Renascença Ouve +
Porta Aberta
A+ / A-

Psicóloga

Porta Aberta para Madalena Fontoura

08/05/2022 • Dina Isabel, António Freire


Natural de Lisboa, é a mais velha de 3 irmãs. Psicóloga de formação, trabalha no Colégio de S. Tomás, em Lisboa. É Servita de Nossa Senhora de Fátima desde os 15 anos e uma das maiores estudiosas portuguesas dos pastorinhos de Fátima, das personalidades de Lúcia, Francisco e Jacinta. Para os conhecermos melhor, escreveu mesmo um livro: “Os Pastorinhos de Fátima – iguais a todos, iguais a nós”, que foi um contributo seu para o centenário das Aparições, celebrado em 2017.

Madalena Fontoura - psicóloga

A poucos dias da Peregrinação Internacional Aniversária de 12 e 13 de maio, Madalena Fontoura fala da sua ligação a Fátima, que aconteceu desde muito cedo na sua vida.

É Servita desde 1978, o que lhe proporcionou a oportunidade de aprofundar os seus conhecimentos sobre Fátima e os Pastorinhos. E chegou mesmo a ser desafiada, por ser psicóloga, a fazer uma análise psicológica dos Pastorinhos. Surpreendeu-a a “normalidade e maturidade” dos Pastorinhos, mesmo sendo crianças muito pequenas, cada uma com as suas características muito próprias.

A partir destas suas pesquisas e também com base nas “Memórias da irmã Lúcia”, surge o livro “Os Pastorinhos de Fátima – iguais a todos, iguais a nós”. É um livro que conta cronologicamente tudo o que aconteceu, antes, durante e após as Aparições e que já tinha tido uma 1ª edição no ano 2000, quando Francisco e Jacinta tinham sido beatificados.

Oiça esta edição do Porta Aberta nesta página e aproveite ainda para subscrever o podcast deste e de outros programas da Renascença AQUI.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.