Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Advento na Renascença

Entre no espírito de Natal com a Renascença

Marina Duarte, António Freire


É tempo de abrandar e focar-se no que é essencial.

Com a chegada do Advento, este ano a 28 de novembro, começa um novo ano litúrgico. Este é um tempo de esperança onde aguardamos o nascimento de Jesus. Tal como antes da chegada de qualquer criança, este é um tempo de preparativos. Preparamos a casa, preparamos a família e preparamos o nosso coração.

É tempo de abrandar e focar-se no que é essencial. Olhar para a comunidade que o rodeia e participar em iniciativas e atividades que o ajudem a viver o verdadeiro espírito do Natal que se aproxima.

A Renascença propõe-lhe algumas iniciativas de caráter solidário em que pode participar.

Feira de Natal Casa do Artista

Há mais de 20 anos ao serviço das artes e da cultura em Portugal, a Casa do Artista dedica a sua atividade à protecção de todos aqueles que entregaram a sua vida a fazer parte do dia a dia do grande público.

No fim de semana de 11 e 12 de Dezembro, aproveite todas as sugestões que pode encontrar na Feira de Natal. Artigos de decoração, quadros, CD’s e DVD’s, livros e muito mais ideias de presentes para este Natal com os lucros a reverter para apoiar esta causa.

A Feira de Natal da Casa do Artista realiza-se na Galeria Raul Solnado, em Lisboa, entre as 10h e as 18h.

Pai Natal Solidário

O Pai Natal Solidário dos CTT é uma ação de solidariedade social que surpreende crianças em situação de risco, realizando os seus desejos de Natal.

Estas crianças, até aos 12 anos de idade, são convidadas a escrever cartas ao Pai Natal, com os presentes que desejam receber. Depois, as responsáveis pelas instituições entregam as cartas nos CTT, que tratam de as colocar online para serem escolhidas.

Aproveite este Natal para ajudar a tornar realidade o sonho de uma destas crianças.

Basta ir ao site dos CTT selecionar a carta de uma criança e indicar o nome e o e-mail para fazer a reserva, guardando o nº da carta. Depois só tem que entregar o presente numa Loja CTT, indicando o nº da carta que reservou, no prazo de 3 dias úteis.

Um gesto simples que pode tornar estas crianças mais felizes e acolhidas neste Natal

Compra Solidária

Compra solidária é uma plataforma online que concentra de uma forma bem organizada produtos e eventos solidários.

O que vai encontrar é um catálogo que reúne centenas de produtos e iniciativas cujos lucros reverterão sempre a favor de uma instituição que se dedica ao cuidado dos mais desfavorecidos.

Ao encomendar nesta plataforma, o seu pedido segue direto para a pessoa responsável em cada instituição de solidariedade, ou diretamente para os respetivos parceiros responsáveis pelo envio.

Pode conhecer melhor este projecto AQUI. E, já agora... boas compras!

“O meu desejo este Natal é... que o Natal seja para todos”

Junte-se à Missão solidária da AMI e ajude a fazer chegar a Luz do Natal aos quatro cantos do mundo.

A Missão Natal AMI apoia as famílias acompanhadas pela Assistência Médica Internacional que se encontram em situação de pobreza e exclusão social em território nacional, bem como projetos a nível internacional, em diversas áreas de atuação.

Poderá juntar-se a esta missão de várias formas, desde financiar um Cabaz de Natal, oferecer miminhos a avós e netos, apoiar um projecto internacional, ou até trocar os pontos do seu telemóvel por um donativo à AMI.

Ajude a fazer o Natal chegar a todos, sobretudo aos que mais precisam de sentir, de novo, a Luz de Jesus.

Saiba mais AQUI.

Um Natal a sorrir com a Operação Nariz Vermelho

E porque não, este Natal, oferecer sorrisos aos que tem por perto?

Aproveite as dicas na lojinha da Operação Nariz Vermelho. Tem imensas sugestões de presentes para encantar os que mais gosta com alegria e boa disposição.

E, claro, ao comprar vai estar sempre a ajudar a fazer sorrir as crianças hospitalizadas no nosso país.

“1 olhar de cada vez.1 coração de cada vez.1 sorriso de cada vez.” Ajude os Doutores Palhaços a cumprir esta missão.

Concertos Solidários “Natal em Lisboa 2021”

O “Natal em Lisboa 2021” vai ter concertos solidários, de 4 a 19 de dezembro, em várias igrejas da cidade. A música é uma linguagem universal que nos une e reconcilia, também neste tempo de Natal.

A oferta é variada, desde o cancioneiro tradicional português, ao Gospel ou até às mornas cabo-verdianas, aqui numa homenagem especial a Cesária Évora.

A entrada é livre, embora sujeita à lotação dos locais; e, em vários concertos, haverá recolha de alimentos em favor da União Audiovisual [https://uniaoaudiovisual.pt], que representa e apoia artistas e técnicos do mundo do espetáculo, em especial nesta altura em que, por causa da pandemia, muitos perderam os seus trabalhos e rendimentos.

“Natal em Lisboa 2021” – conheça toda a programação aqui.

“Feira de Natal – Fundação AJU”

As nossas vidas continuam marcadas pela pandemia e por todas as suas consequências. E são muitas, da saúde ao impacto económico, em milhares de famílias. Esta realidade, tem feito disparar os pedidos de ajuda junto de muitas instituições.

É o caso da Fundação AJU – Jerónimo Usera, cujas origens estão em 1988, numa iniciativa da Irmã Rosa Costa, religiosa da Congregação das Religiosas do Amor de Deus, apostando na promoção integral da pessoa humana e da família. À semelhança do Pe. Jerónimo Usera, que dedicou a sua vida a amar o próximo, percorrendo um longo caminho de entrega aos mais desfavorecidos; um carisma que continua atual.

A Fundação AJU, como é habitual neste tempo, vai fazer a sua Feira de Natal já no primeiro dia do Advento, 28 de novembro. Se puder, visite esta Feira, entre as 10h30 e as 19h, no Hotel Villa Itália, em Cascais. A entrada tem um preço simbólico de 2 €, e a receita vai reverter a favor do “Projecto Crescer”, que tem como objectivo ajudar a inclusão social de crianças, jovens e famílias vulneráveis.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.