Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Futsal: Negra é no domingo

14 jun, 2019 • Opinião de Ribeiro Cristovão


As duas melhores equipas portuguesas de futsal, Sporting e Benfica sem discussão, voltam a encontrar-se no próximo domingo.

Quando os futebolistas que participaram ativamente nas diversas provas nacionais e internacionais continuam a gozar, há muitos dias, as delícias de merecidas férias, no futsal estamos ainda separados por alguns dias do jogo final que vai decidir quem conquistará o título de campeão nacional da modalidade.

As duas melhores equipas portuguesas de futsal, Sporting e Benfica sem discussão, e por isso intervenientes nesta empolgante fase derradeira da prova maior, voltam a encontrar-se no próximo domingo, a partir das 14h30, no pavilhão da Luz onde, aí sim, tudo terá de ficar decidido.

Os leões abriram com uma vitória esta final à melhor de cinco, mas logo a seguir foram superados pelas águias que com dois triunfos consecutivos lograram colocar-se na frente e abrir assim uma grande possibilidade de chamar a si o triunfo.

O jogo de ontem, no pavilhão João Rocha, era, por isso decisivo. E foi realmente um espetáculo, como é hábito dizer-se, impróprio para cardíacos.

A poucos segundos do fim do tempo regulamentar ainda o Benfica levava vantagem, mas foi aí que num golpe-surpresa o Sporting conseguiu chegar à igualdade e remeter a decisão para um prolongamento durante o qual foi superior e após o qual justificou a situação atual.

No domingo ao começo da tarde teremos assim mais uma grande oportunidade para assistir a um espetáculo de qualidade.

Cabe aos atletas proporcionar esses momentos, mas exige-se igualmente aos adeptos que mostrem o desportivismo que tantas vezes lhes tem faltado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.