O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias de segunda a sexta-feira (05h40, 17h50 e 21h05).
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Atum - 13/05/2019
O Mundo em Três Dimensões - Atum - 13/05/2019

O Mundo em Três Dimensões

O maior especialista português vivo em atum

13 mai, 2019 • André Rodrigues , José Luís Moreira (sonorização)


Tem 32 anos, três anos de faina profissional e pescou um exemplar de 404 quilos que pode entrar para o livro de recordes do Guiness.

Chama-se António Filipe Freitas, tem 32 anos, é natural de Porto da Cruz, na Madeira, e capturou um atum com mais de 400 quilos.

"Um pescador tem sempre aquele ideal de matar um peixe gigante. É um sonho realizado. É como jogar na Liga dos Campeões, mas nunca pensei que esse troféu fosse para mim", conta à Renascença.

400 quilos de atum, dá para mais de 3 mil latas de 120 gramas em conserva ou para quatro mil bifes de atum.

"Ele era muito gordo, era uma bola, um peixe lindo", descreve.

Um exemplar de atum candidato a um registo no livro de recordes do Guiness.

O preço do peixe ronda os 7,5 euros por quilo. Ora, 7,5 euros vezes 400 quilos significa que este atum terá rendido qualquer coisa como três mil euros.

"O peixe em si não era muito comprido. Eu já tinha capturado um com 2,30 metros e não chegava a metade daquele peso. Este tinha 2,60 metros e dobrou o peso dos anteriores. Eu estava na expectativa que este tivesse 280 quilos, nunca me passou pela cabeça que chegasse aos 400 quilos", confessa.

Dito isto, será justo afirmar que António Filipe Freitas é mesmo o maior especialista português vivo em atuns.

"Isto é preciso ter alguma sorte", atira. Mas reconhece que é uma história para contar ao filho e, eventualmente, aos netos.

Uma aventura e tanto. 400 quilos de atum é obra. É português e foi capturado perto do Funchal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Palmira Almeida
    20 mai, 2019 S. Domingos de Rana 18:58
    Valha-me Deus !!! O maior especialista Português vivo em atum ??? ou O maior português vivo, especialista em atum ???