Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Dragão à prova de fogo

17 abr, 2019 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Já assistimos a remontadas mais difíceis, pelo que a esperança deverá manter-se.

Gorada a perspectiva de Cristiano Ronaldo poder continuar a fazer história na Liga dos Campeões Europeus, a nossa atenção vira-se agora para o Futebol Clube do Porto que hoje tem pela frente tarefa hercúlea frente a um adversário de muito alta qualidade que está na Champions, desde o início, como um dos seus mais sérios conquistadores.

Ontem à noite, em Turim, aconteceu aquilo que muitos não desejavam, mas outros tantos previam.

O Ajax já há muito tempo se vinha confirmando como a equipa sensação desta Liga europeia.

E não é necessário recuar muito: basta rever aquilo que aconteceu ao Real Madrid, humilhado pela equipa holandesa, e o aviso à Juventus deixado em Amsterdão, que acabou por se tornar numa ameaça de muito maior dimensão.

Cristiano Ronaldo ainda ameaçou, marcando um golo que dava vantagem à "vechia signora".

Tratou-se, porém, de uma vantagem ilusória, porque, sobretudo na segunda parte, o Ajax confirmou a sua superioridade e o nível qualitativo da quase totalidade dos seus jogadores.

Hoje, no segundo acto desta semana, estamos especialmente focados na recpção do Futebol Clube do Porto à super-equipa do Liverpool. E, desde já, há que ter em conta as muitas dificuldades que o campeão português vai enfrentar.

Tendo perdido na Inglaterra por 2-0, a equipa de Sérgio Conceição vai contar com o apoio do seu público indefectível, mas isso poderá não bastar.

Porém, também não se trata de uma não hipótese, nem o jogo de logo à noite se poderá considerar antecipadamente um acto falhado.

Já assistimos a remontadas mais difíceis, pelo que a esperança deverá manter-se.

É uma prova de fogo para o dragão, mas a sua saída da Champions, a acontecer, não poderá ser considerada como uma despromoção da equipa portuguesa mais titulada na Europa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.