Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​Bola de chumbo

05 dez, 2018 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Depois de CR7 ter abandonado o Real Madrid, Modric foi eleito, o melhor jogador da Europa, melhor do mundo a seguir e, agora, para terminar a Bola de Ouro.

Apesar de esperada há alguns dias, a decisão de atribuir ao Luka Modric o título de melhor jogador do mundo tem suscitado alguma polémica, apesar de o número de votos que lhe foram atribuídos revelarem alguma clareza.

Pela nossa parte, mantemos a maior reserva quanto a este resultado final, por entendermos que o melhor jogador do mundo voltou a ser, sem discussão, o português Cristiano Ronaldo.

Contra o jogador português atuaram, entretanto, diversos fatores: desde logo, e o mais importante, o de ter trocado o Real Madrid pela Juventus. Sabendo-se, como se sabe, que o clube espanhol exerce influência decisiva em tudo quanto respeita ao futebol, tanto a nível interno com exterior, a decisão final não espanta.

É que depois de CR7 ter abandonado o Real Madrid, Modric foi eleito, o melhor jogador da Europa, melhor do mundo a seguir e, agora, para terminar a Bola de Ouro.

Mas Cristiano foi campeão da Europa, bateu todos os records a nível de golos marcados, e teve um contributo decisivo para que os merengues tenham ganho a Champions pela terceira vez consecutiva. Muito mais importante do que aquele que foi dado pelo atleta croata.

Soa a falso a afirmação escutada com frequência que aquilo que se passou com CR7 fora do futebol também pode ter influenciado os acontecimentos. Se assim foi, é simplesmente lamentável.

Esta bola fica, pois, como uma bola de chumbo e não deverá perder peso nos próximos tempos.

É que, pasme-se, agora até Sérgio Ramos, um dos futebolistas mais insurretos do futebol espanhol, reclama para si o direito de ser o próximo galardoado com o troféu.

Caso se mantenha no Real Madrid nada nos espantará…

Artigos AnterioresRibeiro Cristovão
 

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • o anti- croquete
    05 dez, 2018 Lisboa 13:07
    Surpresa era o flop que o SLB mandou para o Bayern de nome Renato Sanches fabricado pela imprensa algum dia ganhar, se bem que o Bayern colocou uma cláusula para essa eventualidade no contrato e a nossa acéfala CS achou muita piada na altura .