Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Porto vintage

29 nov, 2018 • Opinião de Ribeiro Cristovão


O Futebol Clube do Porto fica de algum modo resguardado para a fase a eliminar que se irá seguir no começo do próximo ano, cabendo-lhe então defrontar o segundo classificado de outro grupo.

Culminando uma exibição de luxo, o Futebol Clube do Porto garantiu antecipadamente o acesso aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões Europeus.

Aconteceu ontem à noite, no estádio do Dragão, com a presença de 42 mil adeptos e frente a uma equipa germânica, o que, só por si, reforça o atestado de qualidade atribuído à exibição dos portistas.

É verdade que o Shalke 04 não passa por momentos muito saudáveis, sobretudo no campeonato do seu país, no qual mantém uma carreira marcada por acentuada irregularidade.

Mas nem essa circunstância serve para desvalorizar o brilho a que chegaram os dragões mercê de uma actuação de qualidade e de um resultado a condizer.

Tendo garantido também o primeiro lugar no seu grupo, o Futebol Clube do Porto fica de algum modo resguardado para a fase a eliminar que se irá seguir no começo do próximo ano, cabendo-lhe então defrontar o segundo classificado de outro grupo que, naturalmente, ainda está por definir.

Nesta quinta-feira, é a vez de o Sporting Clube de Portugal entrar em acção, no distante Azerbaijão, para ali defrontar o Qarabag, que já venceu em Lisboa.

O adversário dos leões é acessível, para convirá não confiar em demasia.

Mesmo sabendo-se que o novo técnico dos leões não vai poder contar com alguns dos jogadores habitualmente titulares, a sua obrigação é fazer de molde a que o seu futuro fique já definido no começo da próxima noite.

Artigos AnterioresRibeiro Cristovão
 

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.