O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias. De segunda a sexta às 05h40, 14h30 e 21h10 com reposição ao fim-de-semana.
A+ / A-
Arquivo
2018.10.22 MUNDO 3D (Pausa para Almoço)
2018.10.22 MUNDO 3D (Pausa para Almoço)
O Mundo em Três Dimensões

Quanto tempo leva a almoçar?

22 out, 2018 • André Rodrigues , Paulo Teixeira (Sonorização)


Há um estudo que indica que os portugueses têm as pausas para almoço mais longas de toda a Europa. 58 minutos.

Somos os trabalhadores com os intervalos de almoço mais longos em toda a Europa. Esta é a conclusão de um estudo independente da YouGov, uma empresa britânica de pesquisa de mercado baseada na internet.

Cinqeuenta e oito minutos. Os portugueses têm os intervalos de almoço mais longos da Europa. Dá para sentar, escolher, comer e ainda para dois dedos de conversa.

A YouGov conclui que os intervalos mais curtos para almoçar acontecem na Polónia. E têm apenas 26 minutos.

Claro que tudo depende da elaboração do prato. Quanto mais simples for a refeição, menos tempo demora a comer. Mas, afinal, o quê que andamos a comer na nossa pausa para almoço?

No caso dos portugueses, um em cada quatro repete as refeições todos os dias. Sandes, saladas e massas lideram o top das preferências. Dezassete por cento, ou um em cada seis, almoça à secretária. Ou seja, faz pausa para almoçar sem parar de trabalhar.

E isso pode ser pouco saudável. Dados da plataforma Uber Eats, indica que há 49% de solitários que navegam na internet enquanto almoçam. E só 2% aproveitam a hora de almoço para fazer exercício.

Depois, há ainda 3% dos portugueses que não fazem intervalo. E porquê? Porque dizem que têm muito que fazer. Tempo para almoçar? Zero.

Depois vão à máquina e por um euro ou menos compram um chocolate ou umas bolachas para enganar o estômago.

Curioso é que estes nossos 3% de trabalhadores sem interrupções para almoço fazem exatamente o mesmo que 32% dos romenos que, de acordo com a YouGov, são os menos propensos a fazer qualquer pausa para o almoço.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.