Oração da Manhã
A+ / A-

Segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Teresa C.


Oração da Manhã - 15/10/2018
Oração da Manhã - 15/10/2018
Num destes dias, parei num pequeno café, daqueles em que as mesas quase se tocam umas às outras.
Ao meu lado, estava um rapaz, que enquanto almoçava, lia o jornal.
Passado algum tempo, chegou uma rapariga, beijaram-se e também ela trazia o seu tabuleiro.
Dei comigo a pensar em como é bom poder partilhar uma companhia à hora do almoço,
mas acabei surpreendida – ele continuou a ler o seu jornal e ela tirou um livro da carteira
e assim ficaram, cada um com o seu prato, cada um com a sua leitura.
Tão próximos e tão distantes.
Jesus, bem sei que o silêncio pode ser revelador de amor,
mas ajuda-me a ser capaz de construir relações, a saber partilhar palavras e sentimentos,
a ser próxima do meu próximo.
E Te peço por tantos jovens que vivem relações de amor, centrados em si próprios,
tão distantes da generosidade gratuita que o verdadeiro amor, pede e dá,
na sequência dos dias, na normalidade das vidas.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.