Oração da Manhã
A+ / A-

Segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Teresa C.


Oração da Manhã - 10/09/2018
Oração da Manhã - 10/09/2018
São os teus discípulos.
Vivem a normalidade dos dias até ao momento em que Te cruzas com eles.
Novos e velhos, tímidos e expansivos, vivem em aldeias perdidas
e ensinam em universidades distantes.
Muitos trabalham com os mais pobres, famílias perdidas, presos, doentes…
viajam pelo mundo, morrem tantas vezes, sozinhos.
São homens que dão toda a sua vida por Ti. E gastam-na connosco.
Hoje, eu Te peço que os ajudes a não desistir de recomeçar cada dia,
com a esperança e alegria do início;
a perdoar, a acolher, a permanecer sinal de uma vida,
tantas vezes incompreensível, neste tempo que vivemos.
E nós, Senhor, que sejamos capazes de discernir, de separar o trigo do joio,
de reconhecer nestes homens, aqueles primeiros que tudo deixaram para Te seguir.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.