A+ / A-
Eleições Sporting

Dias Ferreira. "Vou ganhar porque quero ser presidente"

03 ago, 2018


Dias Ferreira é um dos sete candidatos à presidência do Sporting. Apresentou linhas gerais do seu projeto em Lisboa, esta sexta-feira.

Dias Ferreira apresentou, esta sexta-feira, a candidatura à presidência do Sporting, clube que vai a eleições a 8 de setembro.

O antigo dirigente e, até há bem pouco tempo, comentador televisivo afeto aos leões, deu conta da sua declaração de intenções em Lisboa.

"Vou iniciar a caminhada mais importante que fiz até hoje – ser presidente do Sporting. E para isso é preciso ganhar as eleições. Com todo o respeito pelos adversários, vou ganhar porque quero ser presidente", começou por referir, no início do discurso, garantindo não avançar sozinho.

"Sou o rosto de uma equipa na qual confio. Reuni praticamente toda a equipa que queria. Não basta reunir nomes para servir o sporting, temos de ter uma equipa forte e coesa de sportinguistas assumidos e praticantes, que se interessam, em servir sem precisar do clube. Pessoas que não precisam do Sporting para sobreviver, mas para o servir. Não interessam pessoas ter pessoas nos órgãos sociais para fazer figura. Aqui, todos vêm para trabalhar com mérito, rigor e paixão pelo clube", prosseguiu, deixando uma garantia.

"Esta é uma campanha em que não serão anunciados jogadores, nem treinadores. Os nossos reforços na campanha são as pessoas, os elementos que constituem o Conselho Diretivo e os outros órgãos sociais. E nisso tenho a certeza que escolhi o melhor", considera.

Dias Ferreira é um dos sete candidatos à presidência do Sporting, na companhia de Frederico Varandas, Fernando Tavares Pereira, Pedro Madeira Rodrigues, João Benedito, José Maria Ricciardi e - ficou hoje a saber-se - Rui Jorge Rego.

Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, suspensos pela Comissão de Fiscalização do Sporting por um ano e 10 meses, respetivamente, estão impedidos de ir a votos, não obstante o facto de terem declarado intenção de efetivar as respetivas candidaturas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.